A Desenvolvimento Rodoviários S/A (Dersa), empresa vinculada à Secretaria de Logística e Transportes, deu sequência nesta segunda-feira (12) a mais uma etapa na construção do trecho Norte do Rodoanel Mario Covas, com a detonação de rochas que se encontravam no encontro entre os lados leste e oeste da escavação do túnel 301.

A detonação foi acionada pelo governador Geraldo Alckmin, em visita técnica ao canteiro de obras, Lotes 2 e 3, na Zona Norte/Nordeste  de São Paulo.  “Estamos dando mais um passo para a conclusão do Rodoanel. Falta a última etapa para fechar os 180 km do rodoanel metropolitano. Envolve três municípios: São Paulo, Guarulhos e Arujá. Estamos com 5,2 mil pessoas trabalhando em todos os seis lotes. Nós pretendemos entregar todo o eixo principal até março de 2018, além da ligação com a Rodovia Fernão Dias. Com o projeto, nós ligaremos o maior porto brasileiro ao maior aeroporto, sem passar por dentro de São Paulo.”

A construção do túnel é um dos principais desafios de engenharia vencidos pela Dersa para a viabilização da rodovia, a maior obra viária do país, em função das características geológicas da região da Serra de Cantareira.

A solução encontrada foi aproveitar as interligações internas entre as duas pistas do Rodoanel para abrir mais frentes no interior da montanha. Localizado no Parque Estadual da Serra da Cantareira, o túnel 301 é o mais extenso da obra com 1,7 quilômetros.

“Há uma expectativa de o Rodoanel Norte atender 23 mil caminhões por dia, que serão retirados da capital paulista. Um grande ganho ambiental, menor poluição, grande ganho do ponto de vista de mobilidade, com menos congestionamento, grande ganho de logística, exportação, importação, redução do custo Brasil e qualidade de vida para a população”, disse Alckmin, sobre as características e dimensões da obra.

INVESTIMENTOS == O trecho Norte do Rodoanel é a maior obra viária do país, com investimentos previstos de R$ 8,1 bilhões, sendo R$ 4,3 bilhões aplicados em obras, e o restante em pagamento de compensações ambientais, desapropriações, interferências, projetos, supervisão, gerenciamento, comunicação e obras complementares.

A obra financiada com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e da União tem sete túneis duplos com soluções tecnológicas de engenharia entre as mais avançadas no mundo, por comportarem até quatro faixas de rolamento por sentido. É a maior obra rodoviária financiada pelo BID.

O Rodoanel Norte, com seus 44 quilômetros de extensão, vai interligar os trechos Oeste e Leste, e dará acesso à Rodovia Fernão Dias. O percurso passa por São Paulo, Arujá e Guarulhos e terá uma ligação exclusiva de 3,6 quilômetros para o Aeroporto Internacional.  <<<< Com apoio de informações/fonte:  Portal do Governo de SP/Dersa >>

aniversario bergamini

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here