A   C&A  do Shopping Center Norte está de cara nova. Ela se transformou na primeira loja conceito da varejista holandesa na cidade de São Paulo, com a finalidade de inovar a experiência de compra de seus clientes.   A loja, que tem 5.800 m², foi inaugurada em abril de 1984 e é uma das 74 unidades da rede no Estado de São Paulo.

A capacidade de se reinventar é uma característica da marca ao longo de seus 170 anos.  Fundada em  1841  pelos  irmãos holandeses  Clemens e August, cuja as iniciais deram origem ao nome da marca, a C&A é uma das maiores cadeias varejistas do mundo .

Presente em 24 países na Europa, América Latina e Ásia, tem mais de  1,8 mil pontos de vendas.  Aqui no Brasil, onde atua há 41 anos,  é presidida por Paulo Correa e  tem 270 lojas espalhadas em 125 cidades e emprega cerca de 16 mil funcionários.

Para o novo formato de loja, a empresa realizou uma pesquisa com os dois mil consumidores que fazem parte do Conselho Fashion da marca. Questões como o que gostavam nas lojas da C&A e quais mudanças desejavam no ambiente, foram abordadas.  O resultado da pesquisa foi transformado em uma loja modelo, na sede da empresa em  Alphaville.

As áreas foram  alinhadas com cada  categoria de produto.  O feminino ocupa o primeiro piso da loja. Já o masculino e infantil estão no segundo piso. A redistribuição permitiu  um melhor fluxo e maior visibilidade dos produtos.

Outra mudança foi quanto aos perfis de estilo para o público feminino. Eram seis e agora passam a ser três, com propostas de valor mais aprimoradas para cada um deles.  O público plus size continua sendo relevado à um segundo plano na lojas físicas da marca. Apenas no site da loja  encontram-se disponíveis.

O estilo  arquitetônico da loja é  clean, com um design modular e flexível.  Com a adoção de lâmpadas  100% LED houve uma redução de 10% do consumo total  de energia gasto na unidade. A vitrine passa a integrar o ambiente e a loja recebeu um telão gigante, que dá ao ambiente um tom vibrante.

Dentro da proposta de sustentabilidade, a loja utiliza cabides de material reciclado. Toda a sobra de gesso utilizada na obra  foi encaminhado para reciclagem.

Na área de venda destinada aos aparelhos celulares, chamada de espaço Fashiontronics, também foi reformulada.  Os consumidores podem tocar e interagir com os aparelhos expostos, velha prática do varejo de eletro-eletrônicos.

Os provadores foram remodelados e permitem uma melhor experiência de compra.  Ficaram mais espaçosos, claros e agora contam com um botão que permite chamar um colaborador da loja para auxliar o cliente. O botão não é uma novidade e já havia sido implantado em algumas lojas da marca.

O provador muitas vezes é menosprezado pelo varejo, quando é  na verdade  uma poderosa ferramenta de vendas.  Em 2011, o Wall Street Journal encomendou uma pesquisa com 8 mil consumidores e chegou a números bastantes interessantes.  Quando o consumidor utiliza o provador para experimentar uma peça, acaba comprando em 67% das vezes. Um terço dos clientes que entram na loja, resolvem provar as peças.  De cada duzentos clientes, 66 resolvem provar e 44 compram uma ou mais peças que provou.  Então, um botão para facilitar a vida do consumidor  e estimular a experimentação faz todo o sentido.

Outra sacada da loja foi instalar uma espécie de “maridódromo” na frente do provador, com confortáveis poltronas e uma mesa de centro, simulando uma sala de visita, para que os acompanhantes das clientes possam esperar confortavelmente.

Sobre a coleção? Você vai precisar ir até a loja para conferir…. Está linda….

Serviço:

C&A Shopping Center Norte

Travessa Casalbuono n. 120 – Vila Guilherme – São Paulo – SP

2ª a sábado – das 10h às 22h

Sábados e feriados –  das 12h às 20h

 

aniversario bergamini

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here