da Redação DiárioZonaNorte

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo leva, durante todo o mês, por diversas localidades, duas ações itinerantes: o programa “Mulheres de Peito”, por meio do qual quatro carretas-móveis circulam o Estado ofertando mamografias, com foco no rastreamento e diagnóstico precoce da doença; e o “Banco de Perucas Móvel” (* veja detalhes no final da reportagem), parceria inédita que viabiliza a doação de perucas às pacientes em tratamento contra o câncer.

Carreta no Jaçanã == Na próxima 2ª feira (30/10/2017), logo pela manhã, os moradores e frequentadores do Hipermercado Bergamini da Av. Luiz Stamatis – bem em frente à Prefeitura Regional Jaçanã/Tremembé, na Zona Norte/Nordeste, vão notar uma grande carreta nas cores rosa e branco com o logotipo do “Mulheres de Peito” com o aviso em seu slogan: “Troque o Câncer pela Coragem. Previna-se!”.

E ali a carreta permanecerá até 18 de novembro  (sábado), sendo 16 dias – descontando os feriados do dia 2/11 e 15/11 – de 2ª a 6ª feira, das 9 às 18 horas – quando serão distribuídas 50 senhas –; e aos sábados, das 9 às 13 horas – com distribuição de 25 senhas. Os exames de mamografia serão realizados até o dia 16/11 (5ª feira) e os dias 17 e 18/11 estarão reservados para exames complementares.  Mulheres de 35 a 49 anos devem apresentar o pedido médico, cartão do SUS e RG – acima de 50 anos, apenas RG e Cartão do SUS.

O início do programa === Para incentivar as mulheres entre 50 e 69 anos a realizarem exames de mamografia pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e estimular o diagnóstico precoce da doença, foi lançado o programa estadual “Mulheres de Peito”. Desde 2014, ao todo, são quatro carretas móveis e um caminhão adaptado percorrendo o Estado, em locais distantes.

Além de mamógrafo, o veículo é equipado com aparelho de ultrassom, conversor de imagens analógicas em digitais, impressoras, antenas de satélite, computadores, mobiliários e sanitários. As carretas do Mulheres de Peito contam com uma equipe multidisciplinar composta por técnicos em radiologia, profissionais de enfermagem, funcionários administrativos e um médico ultrassonografista.

O equipamento faz a mamografia na hora, tem o resultado em dois dias. Se houver alguma suspeita, a pessoa faz na mesma carreta a ultrassonografia.  Se houver necessidade, também serão realizados exames como biópsia e exame de tecido (histológico). Caso seja diagnosticado câncer, a mulher é encaminhada para tratamento.

Números positivos ==  A primeira carreta foi entregue em dezembro de 2013. Atualmente, quatro carretas percorrem todo o Estado. A estimativa é que até 60 mil exames sejam realizados por ano. O investimento foi de R$ 14 milhões. “São mulheres que provavelmente não teriam acesso [aos exames], e tiveram graças ao projeto. Isto possibilita que elas possam ser curadas por meio do tratamento e diagnóstico precoce”, destacou o Secretário Estadual de Saúde, David Uip.

Desde o início de 2014, as carretas já realizaram mais de 135 mil exames, sendo 134.801 mamografias, 5.487 ultrassonografias de mama, 601 biópsias de mama e encaminharam 1.719 mulheres para tratamento oncológico em unidades estaduais. Também já percorreram cerca de 180 localidades em SP.

Programa permanente == O programa é permanente. As mulheres podem agendar o exame pelo 0800-779-0000 (2ª a 6ª feira, das 8 às 17 horas), sempre no mês de aniversário. Neste ano, o serviço atende mulheres de 50 a 69 anos que nasceram em ano ímpar. As mulheres que nasceram em ano par poderão fazer o exame no ano que vem.  Neste caso, o exame não é realizado na carreta, mas em postos fixos do SUS. Há 300 institutos credenciados para fazer a mamografia, com mamógrafo, como também nos Ambulatórios Médicos de Especialidades (AMEs), hospitais do Estado e clínicas conveniadas.

 “Banco de Perucas Móvel” ==  No calendário de atividades, um “tour” com o “Banco de Perucas Móvel” foi programado para percorrer hospitais estaduais localizados em diversas na capital e  cidades paulistas. O trabalho inédito é promovido por meio de parceria com a Sociedade Assistencial Bandeirantes (Instituto Sab) – Facebook: /InstitutoSab – fone (11) 4280.5958 —  e a ONG Organização Não Governamental (ONG) Cabelegria (www.cabelegria.org)

Cerca de 500 perucas serão doadas a pacientes com câncer, em tratamento em serviços de saúde vinculados à Secretaria de Saúde. O veículo móvel, equipado como salão de beleza, percorre um roteiro pré-estabelecido com destaque a unidades hospitalares – verificar relação com Secretaria Estadual de Saúde — , com doações de cabelo e entrega de perucas aos pacientes (internados ou não) que passam por tratamento quimioterápico. Pacientes em atendimento ambulatorial em serviços públicos de saúde interessados também devem apresentar o cartão SUS, laudo médico atualizado (com validade de até 5 meses), RG e comprovante de tratamento (agendamento da sessão de quimioterapia, por exemplo).

As doações === O “Banco de Perucas Móvel” é também um ponto de coleta de doações de cabelo para confecção das perucas. Não é possível realizar o corte no veículo, mas os interessados podem comparecer e doar mechas com 20 centímetros, no mínimo. É fundamental que o cabelo esteja completamente seco, e o banco aceita também fios com química ou coloração. A orientação é amarrar a mecha e acondicionar em saco plástico. As doações também podem ser enviadas pelos Correios: a/c Cabelegria – Cx Postal 75207 – São Paulo – SP – CEP 02415-972.  Os(as) doador(as) recebem um certificado e, por isso, é importante colocar, em papel, nome completo, número do CPF e endereço com CEP. << Com base em informações/fonte: Secretaria Estadual de Saúde e Depto. Pesquisa DiárioZonaNorte >>


 

 

CN Institucional

1 COMENTÁRIO

  1. Não adianya nada está com exame , fiz a mamografia a resultado deu um nodulo fui ao posto referencia do meu endereço , e consulta para passar e mostra para o medico só o ano que vem ????

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora