da Redação DiárioZonaNorte ===

<< Exclusivo >> === Para comemorar a retomada do Revelando São Paulo – o maior Festival de Cultura Popular Paulista e o retorno para a Zona Norte de São Paulo,  Toninho Macedo – curador e idealizador do festival  -,  recebeu  cerca de 100 convidados para uma reunião de agradecimento aos participantes e colaboradores que tornaram possível a realização do evento.O local escolhido para a reunião foi a Casa de Cultura Vila Guilherme – Casarão, na praça Oscar da Silva n. 110 – na Vila Guilherme.

Com o tema Festa do Divino, o Revelando São Paulo aconteceu durante cinco dias no Parque da Vila Guilherme/Trote e Mart Center (entre os dias 29/11 e 03/12/2017) e coincidiu  com os 20 anos de existência do festival  e pode mostrar aos paulistas a cultura tradicional do Estado.

Os presentes ===  Entre os presentes,  Dário José Barreto (prefeito regional de Vila Maria/Vila Guilherme/Vila Medeiros), acompanhado do  chefe de gabinete  Samuel Machado e  assessores; Karen Gonçalves Ikuta (gestora do Parque da Vila Guilherme/Trote); Comandante Geral-Inspetor Superintendente Adelson de Souza pela Guarda Civil Metropolitana, acompanhado do  Comandante Operacional Norte – Inspetor de Agrupamento Miguel Rocha Veneno e Geovane Bazilio (Comandante da Inspetoria  Maria/Guilherme); e outras autoridades representativas da região.

Também destacamos Beto Freire, um dos grandes “provocadores” pela volta do Revelando São Paulo, nas palavras de Toninho Macedo, ao lado de Betô – da Casa Shiva — e de representantes dos diversos segmentos culturais e religiosos, que sempre apoiaram  o Revelando São Paulo e Toninho Macedo.

A cerimônia foi aberta com a apresentação  de  Freddy Constancio Carrillo Aliaga, que executou uma música quechua,  utilizando uma quena andina, com acompanhamento de  violão.

Apoio da Secretaria da Cultura ===  Toninho Macedo falou aos presentes sobre o apoio do  Secretário Estadual da Cultura  José Luiz Penna e do secretário-adjunto Romildo Campello, que abraçaram a causa do Revelando São Paulo e não mediram esforços para a retomada do maior Festival de Cultura Paulista.

Desafios === Ainda em sua fala,  Toninho Macedo lembrou  das inúmeras dificuldades e do  desafio de produzir um festival que há dois anos atrás tinha uma verba  R$ 1,2 milhão de reais e que em 2017, foi reduzida para  R$ 900 mil reais.   Toninho lembrou que “um evento, uma  feira gastronômica, qualquer um faz…. “  Já um festival como o Revelando São Paulo, com todas as suas nuances, é para poucos.

De quarenta para sete produtores === Nas outras edições, a produção contava com mais de  quarenta pessoas.  A edição 2017 foi feita com apenas sete produtores, que se desdobraram para atender as demandas dos participantes.  Entre os eles Sandra Santos, Julyana Alves, Marcelo Moraes,  André Alves, Noeli Aparecida Santos e Gabriela Carraro, com o imprescindível  apoio de  Omar Fuad Abdelmalack.

Mart Center  ===   Toninho Macedo falou da generosidade dos gestores do Mart Center, representado pelo empresário Milton Santo Scaravelli, que cedeu  espaço gratuitamente e que com isso viabilizou o evento,  já que não haveria condições de pagar pela locação do espaço.   Além do Mart Center, o   Revelando São Paulo só foi possível com a  ajuda dos diversos  parceiros que cada um a sua maneira e muitas vezes  que indo além de  suas possibilidades, fizeram acontecer.   E como forma de agradecimento,  Toninho Macedo entregou diplomas de mérito.

Almoço ===   Após o encerramento da cerimônia, teve início o almoço. Os convidados puderam saborear a famosa “Galinhada de São Longuinho”, preparada por Kambukira e Emilia (https://www.kambukira.com.br)  Para acompanhar,  vinhos e sucos de uva da Quinta do Olivardo (https://www.quintadoolivardo.com.br).  Para sobremesa, delicados doces caseiros do expositor Alexandre Rossi (São João da Boa Vista), se encarregaram de fechar o evento, com chave de ouro.

Veja a cobertura fotográfica completa aqui

 

 

Organicos

1 COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora