Mais uma ação surpresa. A Prefeitura de São Paulo e o Governo Estadual articularam no início da noite desta 6ª feira (06/01/2017) a primeira ação do programa “Cidade Segura”. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) apoiou a ação com 12 guinchos, deixando um em cada local e outros dois no apoio. A medida tem o objetivo de identificar motoristas que estejam alcoolizados, além de veículos roubados, sem a documentação em dia ou que não estejam em condições de trafegar.

“O nosso objetivo é tornar São Paulo mais segura, com essa ação integrada entre o Governo do Estado e a Prefeitura, para melhorar os procedimentos em ações articuladas e conjuntas para atender a população”, afirmou o prefeito João Doria.

A cada semana, ações semelhantes serão realizadas em diferentes pontos da cidade e em dias e horários alternados. “Será uma operação rotineira, esta que era uma operação derivada da Operação Direção Segura, que o Governo do Estado realizava envolvendo a Secretaria de Segurança Pública e o Detran, e nós passamos a contar com o apoio imprescindível da CET, que é quem coordena o trânsito na capital”, disse o secretário estadual da Segurança Pública, Mágino Alves.

O anúncio foi feito na Avenida Jorge João Saad, na zona sul com o efetivo de 92 homens. Ao mesmo tempo, outras blitze eram realizadas no Parque da Juventude (Zona Norte), Avenida Atlântica (Zona Sul) e na Marginal Tietê. Outros 12 pontos serão montados ao longo da madrugada. No total, são mais de 300 pessoas envolvidas na operação.

O “Cidade Segura” conta com equipes da Secretaria da Segurança Pública, com as polícias Militar e Civil. Além dos guinchos da CET, a Prefeitura irá integrar as equipes de apoio, com a Guarda Civil Metropolitana (GCM) e a estrutura da Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes (SMT). <Fonte: Secretaria Executiva de Comunicação-Secom/PMSP>

aniversario bergamini

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here