Esquina sem semáforo, ou seja, “farol queimado” ou funcionando irregularmente, não pense duas vezes: ligue na hora para o telefone 1188 e comunique o problema. Segundo o novo serviço, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) deslocará urgente um motociclista para o socorro imediato.

Tudo isto teve iniciou nesta 2ª feira (23/10/2017) com as ações da Prefeitura de São Paulo no programa “Semáforo Expresso”, que conta com eletricistas em motos para atender e solucionar as ocorrências mais simples de problemas em semáforos nos cruzamentos de vias da capital.

A ação conta com cinco motos da equipe de sinalização e 20 motocicletas da equipe de Operação Estratégica que partem de bases da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e das Gerências de Engenharia de Tráfego espalhadas por todas as regiões da cidade.

Nas motos, os eletricistas estão equipados com ferramentas básicas como multímetro, chave de fenda, alicates e um teclado que pode ser conectado aos controladores dos semáforos. Os equipamentos podem ser utilizados para solucionar falhas mais simples nos semáforos como o sinal amarelo piscando de forma intermitente ou apagado, mau contato nos fios, e em casos em que é necessário resetar o controlador.

Até o final desta tarde a central de monitoramento da CET já havia atendido 31 ocorrências. A estimativa da CET é que, com a utilização das motocicletas, o tempo de espera para a chegada dos agentes nos locais reportados seja reduzido em até 40% a menos que o tempo convencional.

Segundo o supervisor da CET, Wladimir Sanches Caruso, os munícipes podem informar os semáforos quebrados que necessitam de manutenção no telefone 1188.  << Com apoio de informações/fonte: Secretaria Especial de Comunicação – Secom/PMSP >>

Natal 2017 CN

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here