Em 02 de outubro de 2017, o prefeito de São Paulo, João Doria Jr, assinou o Decreto nº 57.908 instituindo o “Prêmio Cidade de São Paulo”. Segundo o decreto,  o “Prêmio Cidade de São Paulo”, a ser concedido a pessoas, empresas e instituições como homenagem e reconhecimento por terem contribuído para tornar a cidade mais justa, bonita e solidária”. Nos artigos 2º e 3º: “a premiação consistirá na entrega ao homenageado de certificado e da reprodução de uma obra de arte ou objeto que simbolize o Município de São Paulo.  Art. 3º O Prêmio Cidade de São Paulo será entregue pelo Prefeito, preferencialmente, por ocasião dos festejos do aniversário da cidade, em cerimônia pública a ser realizada no Theatro Municipal de São Paulo”.

E no final revoga os Decretos nº 51.094 (10/12/2009), da época do governo Gilberto Kassab, que instituía a “Medalha 25 de Janeiro”; e o de nº 57.644 (05/04/20127), já no governo João Doria Jr., que altera para “Medalha Cidade de São Paulo”  a denominação anterior da “Medalha 25 de Janeiro”.

Só houve troca de nomes e manteve-se o formato da premiação: “Art. 2º. A Medalha é constituída por um colar estampado em latão, formado por uma medalha de 70mm (setenta milímetros), tendo no centro o brasão do Município de São Paulo, circundado pela inscrição: MUNICÍPIO DE SÃO PAULO – MEDALHA ….” . Acrescentando:  “A medalha será acondicionada em estojo de luxo com o brasão do Município de São Paulo afixado na tampa superior”.

MUDA PARA “PRÊMIO” === Mas no Diário Oficial da Cidade desta 3ª feira (30/01/2018) foi publicado o Decreto nº 58.080, concedendo às personalidades que especifica o “Prêmio Cidade de São Paulo”, instituído pelo Decreto nº 57.908, de 2 de outubro de 2017 – e relaciona os nomes das 20 personalidades homenageadas à noite desta 3ª feira, no Theatro Municipal.

HOMENAGENS ===  Segundo noticiário divulgado pela Secretaria Especial de Comunicação-Secom, da Prefeitura Municipal de São Paulo: vinte grandes nomes que contribuíram com a cidade foram homenageados com a Medalha Cidade de São Paulo nesta 3ª feira (30/01/2018), em cerimônia realizada no Theatro Municipal. A premiação foi concedida a personalidades da cultura, educação,  esporte a empreendedores, entre outros.

Instituída em 2009 como Medalha 25 de Janeiro, a iniciativa faz parte das comemorações pelo aniversário da capital paulista. Recebem a homenagem personalidades, nacionais e estrangeiras, como uma forma de o município reconhecer os bons serviços à cidade ou também de pessoas que mereçam destaque especial em suas áreas de atuação.

Personalidades como a escritora Lygia Fagundes Telles, o cartunista Mauricio de Sousa, a artista plástica Tomie Ohtake, o biólogo Paulo Vanzolini — estes receberam durante solenidade de posses dos Conselhos Participativos Municipal —  e o arquiteto Oscar Niemeyer já receberam a medalha. Em abril de 2017, o prefeito João Doria alterou a denominação da homenagem para Medalha Cidade de São Paulo.

Neste ano, receberam a medalha, pela ordem alfabética:

Alex Allard – Empreendedor == Fundador do Groupe Allard, empresário visionário e inovador do projeto Cidade Matarazzo.

Carlos Jereissati – Empresário ==Formado em administração de empresas pela Fundação Getúlio Vargas.

Claudia Raia – Atriz == Iniciou sua trajetória em teatro no musical Chorus Line, em 1983.

Eduardo Lyra – Empreendedor Social ==Viveu a infância dentro de uma favela em Guarulhos e se tornou um grande  incentivador social.

Fernanda Feitosa – Promotora cultural == Idealizadora e diretora da SP-Arte, maior Festival de Arte da América Latina, é uma apaixonada por artes

Geraldo Rufino – Empreendedor  ==  Empreendedor, escritor e palestrante, iniciou a vida como catador de latas na periferia de São Paulo, fazendo suas primeiras investidas como empreendedor aos 8 anos.

Gilberto Dimenstein – Jornalista ==  Ganhou todos os principais prêmios destinados a jornalistas e escritores.

Hortência Marcari – Desportista ==  É uma das maiores jogadoras de basquetebol de todos os tempos.

Ismael Ivo – Coreógrafo e bailarino == Nascido na periferia de São Paulo, enxergou a dança como sua arma para transpor todas as barreiras

Ives Gandra Martins – Jurista == Advogado, é autor de mais de 80 livros individuais e 300 em colaboração, publicados em 21 países sobre os mais diversos temas.

Jefferson Rueda – Chef de Cozinha == O chef  já trabalhou em alguns dos principais restaurantes de São Paulo.

João Carlos Martins – Maestro ==  Ocupa um lugar ímpar no cenário musical brasileiro, tendo sido considerado um dos maiores interpretes de Bach do século XX pela crítica internacional.

Mayana Zatz – Geneticista == Professora titular de genética do instituto de Biociências da Universidade de São Paulo, Diretora do Centro de Pesquisas em Genoma Humano e Células-tronco.

Nizan Guanaes – Publicitário == Fundador do Grupo ABC, é considerado o publicitário número um do Brasil e um dos líderes de melhor reputação, segundo pesquisa da revista Exame.

Paulo Borges – Promotor Cultural == Com mais de 30 anos de experiência em moda, Paulo Borges é o visionário que lidera a organização da moda brasileira como setor e é o criador do São Paulo Fashion Week.

Regina Duarte – Atriz == Iniciou a carreira no teatro amador em 1961 e hoje tem um lugar de destaque na teledramaturgia, com importantes personagens.

Roberto Minczuk – Maestro == Fez sua estreia internacional à frente da Filarmônica de Nova York, onde foi Maestro Associado, o primeiro a ocupar este posto após Leonard Bernstein. Regeu mais de 100 orquestras internacionais.

Rubens Ometto – Empresário ==  Presidente dos Conselhos de Administração da Cosan, Comgás, Rumo e Raízen. Tem mais de 30 anos de experiência na gestão de grandes empresas.

Tom Cavalcante – Humorista == Um dos maiores humoristas do Brasil. Sucesso na TV desde 1992 e é reconhecido pelas maiores premiações do meio artístico nacional.

Viviane Senna == Educadora e empresária fundadora do Instituto Ayrton Senna, com mais de 20 anos de história.

==============

Institucional Trevo

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora