por Eduardo Cortez (*)

Imagino que em algum momento você já ouviu falar em campanhas geolocalizadas, certo? São aquelas em que você consegue impactar leads que estejam próximos a sua empresa em até 30 km. Mas, e campanhas hiper-locais? Você já pensou conseguir impactar consumidores que estejam em um raio de até 100 metros do seu negócio? Pois bem, se 2017 nos trouxe grandes avanços em marketing digital, o ano de 2018 pode trazer ainda mais estratégia para o seu negócio local.

Concessionárias, supermercados, restaurantes, universidades, escolas, imobiliárias e outros negócios podem se beneficiar de campanhas hiper-locais para impactar possíveis clientes que estejam mais próximo do seu negócio do que você imagina. Mais do que impactar pessoas apenas do bairro onde sua empresa está instalada, você, agora, também pode contar com a hiper-localização para ser mais assertivo ao seu objetivo.

O marketing de busca local pode ajudar sua marca a veicular campanhas em regiões ou locais apenas onde interessa. A principal vantagem dessa estratégia é que sua marca irá impactar pessoas com uma oferta relevante para aquela localidade. Por exemplo: vale a pena uma concessionária localizada em São Paulo fazer uma campanha de um feirão e impactar pessoas que moram em outro estado? Não parece muito estratégico.

Por isso, ao utilizar campanhas hiper-locais esta concessionária conseguirá impactar pessoas com a precisão de 100 metros. Já uma campanha geolocalizada, o raio aumenta para 30 quilômetros de onde o feirão será realizado. Além de utilizar a hiper-localização como estratégia de atrair novos consumidores, já se pode observar que campanhas hiper-locais também surgem para impactar consumidores de concorrentes, por exemplo.

Com amplos formatos de veiculação, que vão de vídeos a imagens, as campanhas hiper-locais carregam consigo a vantagem que mais cresceu nos últimos anos – impactar usuários mobile em seus celulares. Com a rápida adoção de smartphones, a disponibilidade da informação precisa do local de uma pessoa pode ser usada por aplicativos e serviços de mensagens e, dependendo da configuração de privacidade, é possível que um usuário receba notificações quando estiver próximo de um local.

Impactar um consumidor com uma mensagem apropriada para ele é o primeiro passo para determinar se uma campanha hiper-local pode trazer resultados e aumentar as vendas do seu negócio. Dessa forma, ao apresentar uma oferta relevante para o local onde o consumidor está, você vai colaborar para a campanha ser eficaz.

Vale lembrar que geolocalização é apenas uma das maneiras de restringir o público que será impactado por um anúncio. Estratégias avançadas de marketing incluem outros pontos de dados – como informações sócio demográficas, interesses e comportamentos.

A eficácia das campanhas hiper-locais tem se mostrado uma tendência cada vez mais utilizada dentro do conjunto das estratégias de marketing das empresas. Determinar localização e contexto será uma das eficazes estratégias de comunicação para negócios locais serem bem-sucedidas em suas campanhas digitais. Para 2018, essa aposta pode ser ainda mais assertiva.

(*) Eduardo Cortez é presidente LATAM da Search Optics e está a frente do desenvolvimento de oportunidades e estratégias com montadoras e marcas nacionais para o Brasil e América Latina. << Com apoio de informações/fonte: Agência Contatto – Gestão de Assessoria de Imprensa e Conteúdo >>


Nota da Redação: Os artigos publicados neste espaço “Opinião” são de inteira responsabilidade de seus autores. As opiniões neles emitidas não exprimem, necessariamente, o ponto de vista do “DiárioZonaNorte” e nem de sua direção.

aniversario bergamini

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora