da Redação/DiárioZonaNorte

Um grande, moderno e muito bonito teatro, em tom predominantemente vermelho, com poltronas confortáveis espalhadas em vários setores e, nas laterais,  os camarotes.  Um sonho estar naquele palco sendo aplaudido por uma plateia de quase 1.500 pessoas. Essa sensação de felicidade atingirá os 350 coralistas de 21 corais no encerramento da 13ª edição do GranFinale – Festival Nacional de Corais Infantis e Jovens, no Teatro Bradesco do elegante Bourbon Shopping Pompéia, em São Paulo. Será uma grande noite de 2ª feira (09/10/2017), em duas apresentações (19h00 e 20h30), que deixarão muitas famílias emocionadas.

CASA VERDE PRESENTE  === Com as canções do popular ao clássico, com títulos nacionais e internacionais, ali no meio de outros jovens de outros cinco  bairros paulistanos, três  estados  e dez cidades brasileiras (* ver tabela abaixo), o Coral do Colégio Nossa Senhora das Dores  (CNSD)  é o único representante da Zona Norte/Nordeste. O coral tem seus 35 componentes (10 meninos e 25 meninas) com ensaios no auditório do  colégio na rua Relíquia – na Casa Verde,  que o ano que vem completa 70 anos de existência  — que no início era Externato e passou por uma série de fases (veja a história aqui ).

Lilia Valente – organizadora

O FESTIVAL NO BRASIL === O evento Gran Finale não é competitivo  e foi inspirado no formato do  Festival Anual de Corais Infantis que ocorre em Nova Iorque, no Teatro Carnegie Hall. A regente Lilia Valente — que hoje é a organizadora do Lilia Valente PróCoral  Eventos —  participou com 16 anos de idade (em 2001) do festival nos Estados Unidos e, mais tarde, decidiu trazer o evento para o Brasil, a fim de incentivar o desenvolvimento do canto coral entre crianças e jovens brasileiros.

Houve apresentações por vários anos no Memorial da América Latina e uma das vezes na Sala São Paulo; e também uma edição especial no Teatro Castro Alves, em Salvador (Bahia), em 2007, com 230 crianças da região Norte/Nordeste.  Envolveu no período todo mais de 300 corais, com 5 mil crianças e jovens, levando uma plateia de mais de 20 mil pessoas.  Até o momento, o festival teve as participações de mais de mil regentes de 15 estados brasileiros.  Desde 2002 até 2014 realizou os eventos e só deixou de realizá-los nos dois últimos anos, por questões operacionais. Seguindo sua tradição de inclusão social, em 2017,  o Festival está concedendo bolsas incentivos  à metade dos corais participantes.

O evento conta ainda com um workshop para instrumentalizar e reciclar os conhecimentos dos regentes inscritos com a abordagem de novos temas e também a observação dos ensaios. Em 2011 o workshop tornou-se Curso de Extensão Universitária, com certificado emitido pela Universidade Cruzeiro do Sul. Como atividade complementar ocorre uma feira com venda de livros pedagógicos musicais, partituras, arranjos e CDs infantis.

AS ESCOLHAS === A seleção dos corais ocorre da mesma forma, com o preenchimento da ficha de inscrição no site do evento e uma taxa de participação — com exceção do Coral do Colégio Nossa Senhora das Dores que já é pré-aprovado e não precisa do processo seletivo.  Os corais encaminham dois programas de concertos nos quais participaram e também uma gravação com três músicas de diferentes estilos. Posteriormente, os corais foram avaliados e selecionados pela direção do Festival GranFinale.  “A música tem um elemento transformador”, lembra Lilia, “trabalhamos com a autoestima das crianças e jovens, e, por meio do canto coral, elas desenvolvem diversas habilidades, memória e o aprendizado de várias culturas. A música é um canal para transformar o futuro em um mundo melhor, mais sensível”, conclui.

COMO SURGIU O CORAL DO COLÉGIO N.S.DAS DORES === Há 24 anos nascia o Coral Sol Nascente,  nas mãos das professores Edi Samaria e Ligia Rosa, que depois passou a ser Coral do Colégio Nossa Senhora das Dores. Foi neste período que realizou seu primeiro registro em fita cassete com o título “Um Canto do Mundo”. Ficou conhecido participando de vários encontros de corais, apresentações internas e viagens pelo interior paulista. Já em outra fase, com as regências de Edi Samaria e Heloísa Helena Camilo da Silva, gravou dois CD´s: “A Voz do Coração” e “É Preciso Simplesmente Amar”. Nesta época, o coral participou de apresentações ao lado de Sandy&Júnior, Chitãozinho&Xororó e Alexandre Pires, em um evento realizado no Ibirapuera. E teve um movimento intenso com participações em muitos eventos.

MUITAS APRESENTAÇÕES === Em 2002, foi a estreia do Coral do Colégio Nossa Senhora das Dores no evento “Gran Finale”, que produziu um enriquecimento cultural e de grande qualidade técnica.  Estes motivos cativaram o Coral de tal forma que passou a marcar presença em todos as edições seguintes! A partir do ano de 2011 passou a contar com a regência das professoras Edi Samaria e Paula Pellegrino — mãe e filha que se revezam na regência e no piano. Neste período o Coral estreitou relacionamento e aumentou a parceria com o renomado maestro Cezar Elbert, com quem realizou diversas apresentações. Em 2014, o destaque foi a participação na 10ª Edição do Encontro Nacional pela Mata Atlântica “Viva a Mata!”, na Marquise do Parque do Ibirapuera. Muitas participações, incluindo as natalinas no final do ano, em shoppings e praças. É interessante ressaltar que a maestrina Paula Pellegrino, hoje com 29 anos,  já esteve cantando no meio do mesmo coral dos 8 aos 15 anos de idade, até se chegar na condução.

70 ANOS E RECONHECIMENTO INTERNACIONAL === No ano passado, surgiu a gravação do terceiro CD “Em Cantos do Mundo”, com os coralistas em vários idiomas: hebraico, espanhol, italiano, japonês, inglês, entre outros. Em abril de 2017, o lançamento deste CD no Auditório do Colégio Nossa Senhora das Dores para comemorar dois grandes motivos: rumo aos 70 anos de fundação  do Colégio Nossa Senhora dos Dores em 2018;  e a notícia da confirmação da UNESCO, em Paris, de que o colégio passou a integrar oficialmente, no ano passado, o Programa das Escolas Associadas da UNESCO (PEA-UNESCO) – onde representações de mais de 130 países fazem parte de uma rede internacional de escolas que trabalham pela ideia da Cultura de Paz.

O COMEÇO DE TUDO === O que existe hoje é a importante dedicação da direção do Colégio Nossa Senhora das Dores, desde sua fundação,  agora com o apoio da Irmã Marinez Capra, incentivando a  educação musical com todos os alunos até chegar nas apresentações do Coral – que realiza dois ensaios semanais com cerca de 35 integrantes. Com isto, há uma integração de todos nas atividades musicais, atingindo  até junto às famílias. Mais um ano, o Coral do Colégio Nossa Senhora das Dores estará representando a Zona Norte/Nordeste no Gran Finale.

GRAN FINALE 2017 == A direção do evento neste ano está a cargo da maestrina norteamericana Ruth E. Dwyer, que é reconhecida internacionalmente como especialista em coral infantil, juvenil e educadora Kodály.  É diretora do ICC – Indianápolis Children’s Choir (ICC) em Indianápolis, sediado na Butler University – EUA – desde 1988 e responsável pela área de formação musical do ICC, com foco em conteúdo curricular – educação musical através do canto coral, orientação do corpo docente, regência de quatro coros e o ensino no programa First Steps. Ela também é Fundadora e Diretora Artística do CICC – Columbus Indiana Children’s Choir em Columbus, no estado de Indiana/EUA há 22 anos. Esta é uma das maiores colaborações artísticas em Indiana. Seu trabalho com o ICC / CICC permitiu concertos e workshops  em todo o Estados Unidos e no exterior.

Já a direção cênica e coreográfica na direção de  João Malatian, que é diretor cênico de espetáculos musicais com longa parceria com o Theatro Municipal de São Paulo, onde ingressou como cantor do Coral Paulistano e onde passou a atuar posteriormente como diretor cênico residente. Desde 2005, integra a diretoria artística desse Theatro. Formado pelo Conservatório Dramático e Musical de Tatuí e pela Faculdade de Artes Santa Marcelina, como bolsista da Fundação Calouste Goulbenkian, fez estágio em direção de ópera na English National Opera no ano 2000, com o suporte da Fundação Vitae. 

 

CORAIS Cidade UF
INFANTIS
Coral do Colégio Nossa Senhora das Dores Casa Verde – SP SP
Coral do Quarteirão da Música Balneário S.FranciscoSP SP
Coral de Paraisópolis Ipiranga – SP SP
Coral Seresteiros Mirins Poá SP
Coral Infantil APROCIMA – Associação  Promocional do      Coração Imaculado de Maria Pinheiros/Perdizes – SP SP
Coral do Projeto Espaço Feliz Tatuí SP
Coralito Sonata Araguari MG
Coral Infantil do Espaço Cultural de Artes São Caetano do Sul SP
Coral Infantil do Colégio Fênix São Caetano do Sul SP
Coral Infanto-juvenil Arte Cidadã Santo Antônio do Leverger MT
Coral Vozes de Taubaté Taubaté SP
Escola Bilingue See-Saw Children’s Choir – Pananmby Real Parque/Morumbi SP
Coral Despertando Paim Jundiaí SP
Coral Canarinhos do Itapety Mogi das Cruzes SP
Grupo Vocal Lilas São Bernanrdo do Campo SP
JOVEM
Coral Jovem do Espaço Cultural de Artes São Caetano do Sul SP
Coral Juvenil Arte Cidadã Santo Antônio do Leverger MT
Coral Mokiti Okada Juvenil Campinas – SP SP
Boreal São Bernardo do Campo SP
Vozes do Amanhã Pinheiros – SP SP
Cantando A Gente Faz História Santo Amaro-SP SP

 

Programação Preliminar

Workshop  –  Centro Cultural Olido – Avenida São João, 473 – Centro
06/10/2017 –  6ªfeira–9 às 18h  — Maestrina Ruth E. Dwyer

Temas: TÉCNICA VOCAL PARA CORO:  Aquecimento direcionado para técnica de canto saudável, harmonia vocal coral, treinamento auditivo e cantar em partes.

ARRANJO CORAL E TÉCNICAS  PARA O DESENVOLVIMENTO DE LEITURA A PRIMEIRA VISTA: Como desenvolver e sequenciar leitura a primeira vista e em partes para coro.

SESSÃO DE LEITURA DE REPERTÓRIO:
Arranjos trazidos pela convidada

MESA ABERTA:

CORAL INFANTIL ONTEM,HOJE , E AMANHÃ ?
Rodada de perguntas , experiências e alternativas

Ensaios Gran Finale (Infantil e Jovem)

Centro Cultural Olido – Avenida São João, 473 – Centro
7 Outubro – Sábado 8h / 12h (Infantil) ==  13h / 17h  (Jovem)

8 Outubro – Domingo 8h30 / 12h (Infantil) === 13h / 17h (Jovem)

Concerto Gran Finale – 09/10/2017 – 19h00 e 20h30

Teatro Bradesco-3º piso Shopping Bourbon

Rua Turiassú,2100 – Pompeia/SP

Ingressos: a partir de R$ 12,50 – consulte outros valores

Consulte o site www.ingressorapido.com.br
Informações:  Telefone: 11 3670.4100

Pró Coral Eventos – Lilia Valente:  contato@granfinalefestival.com.br

Informações: 11-4226-3874

 

                         

 

CN Institucional

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora