por Redação DiárioZonaNorte  ==

Aos pés da Serra da Cantareira, junto às colinas dos contrafortes da região,  o  conhecido Horto Florestal – com o nome oficial do botânico Albert Loefgren, criado em 1898 —  é um parque estadual sendo refúgio de muitos paulistanos, principalmente os moradores da Zona Norte. Um local de lazer e cultura, uma espécie de pulmão nos seus 174 hectares atingindo na parte Nordeste os bairros do Tremembé e Mandaqui, indo aos municípios de Mairiporã e Guarulhos – sem contar a parte Noroeste. E junto ao convívio natural com macacos-prego, tucanos, gambás, garças, capivaras e outros.

LOGO NA ENTRADA === No meio de tudo isto,  as centenárias araucárias, jatobás, pau-brasil, pau-ferro, carvalho e outros que se perdem na imensidão verde, a Prefeitura Regional Jaçanã-Tremembé, levou aos portões do Horto Florestal no sábado (26/08/2017), as ações complementares, shows e os momentos de cidadania, das 8 às 13 horas. Estava instalado ali mais uma etapa do programa “SP: Faça Seu Bairro Lindo”, que busca trazer serviços de zeladoria, atividades sociais e atrações artísticas. Além de criar um vínculo importante de comunicação e integração entre o poder público, moradores, entidades, empresas e outros setores da região dos distritos e subdistritos.

MUITA COLABORAÇÃO === Um reflexo de um mês de reuniões com todos os envolvidos na organização, sob o comando o prefeito regional Alexandre Pires,  de  Silvia Cibele Aparecida da Silva – que é a Chefe de Gabinete – e de  Waleska Simone Conte Lima Brilhante – a Coordenadora do Governo Local, tendo na produção executiva Rafael de Souza (Supervisor de Cultura) e que envolveu diariamente todos os setores – além do funcionamento normal da prefeitura regional. Houve períodos extras e espontâneos, como colaboração, em reuniões fora do expediente para os acertos necessários na organização.  Entre os voluntários da sociedade civil destacamos  Nelson Ferreira Filho (liderança com forte atuação na área de saúde) e Sandrinha Durval (líder comunitária no Jardim Brasil).

Muitos acertos nas 24 horas de recados através do grupo de WhatsApp, que tocavam a “sinetinha” de aviso direto, um atrás do outro. A meta de todos era única: levar um pouco de quase tudo, mas com qualidade e da melhor forma possível. No mês passado, o Bairro Lindo realizado no Parque Edu Chaves ficou em terceiro lugar diante das 32 prefeituras regionais. Agora, com mais experiência e acertos, o pessoal todo envolvido para buscar o primeiro lugar.

UM SHOW ATRÁS DE OUTRO === Grandes expectativas até chegar o grande dia. Teve gente que nem dormiu direito na véspera. Montagem das barracas e tendas, na sua maioria brancas, com os voluntários seguindo  as orientações marcadas no croqui. Bem à frente do portão do Horto Florestal, dois palcos para apresentações musicais e outras atrações artísticas, que contou com Val Diniz, Mazinho Campos, Banda Os Korujas e o show da  Escola de Samba Acadêmicos do Tucuruvi – tudo com a apresentação  da cantora Viviane Abrahão – que também deu seu recado musical. No palco menor e no chão teve apresentações de Zumba , o ritmo forte do  Maculelê  e  a graça da dança circular.

SERVIÇOS À VONTADE === O trecho de frente da Rua do Horto foi totalmente tomado pelos serviços oferecidos com exposição de sinantrópicos organizada pela Suvis (animais no convívio e contato humano  — com ou sem doenças –, como moscas, baratas, pombos, pulgas, ratos, escorpiões etc); orientações jurídica; feira de animais com adoções de cães e gatos;  obtenção de documento-Registro Geral de Animais; cadastro de casamento comunitário;  segunda via de certidões de nascimento, nascimento ou óbito; reciclagem, Vizinhança Solidária; pedágio educativo da CET; e Unidade Móvel LGBT. Teve espontaneamente um senhor conhecido como Pelé, fazendo suas “embaixadinhas” com uma bola e   outros malabarismos – até contagiou o prefeito regional, que “tentou” controlar a bola com um, dois, três… e fugiu dos pés.

CHEGADA DO HINO NACIONAL === O tempo era quente, o calor com o Sol esquentando as costas de muita gente. Às 9 horas, tudo pronto e liberado, chegou o momento da abertura do evento. Já à espera, o presidente do Conselho Comunitário de Segurança – CONSEG Água Fria/Mandaqui/Tremembé, Silvonei Amaro, de terno e outros agasalhos, esperava  pacientemente sua chamada. Dado o sinal, a coordenadora Silvia Cibele pediu o pen-drive trazido gentilmente pelo presidente do CONSEG, que meteu a mão do bolso e fez a entrega para a execução do Hino Nacional – que ao término foi devolvido ao seu portador especial.

Todos cantando o hino e, em seguida, o discurso de abertura pelo prefeito regional Alexandre Baptista Pires. Ele fez os agradecimentos de praxe e falou da importância do evento, na região, e os benefícios que os serviços trarão aos moradores e frequentadores do Horto Florestal.

MUDAS DE ÁRVORES E CONVIDADOS === Logo no início da Rua do Horto, instalou-se um posto de vacinação e castração de cães da Secretaria Municipal da Saúde/Zoonoses. Dali aconteceu uma cãominhada, junto aos cães da Guarda Civil Metropolitana, percorrendo todo o trecho antes do portão do Horto Florestal. Chegando, muitas fotos do prefeito regional com pessoas que levaram seus cães, mais a alegria das crianças.

No canteiro central, que divide as pistas da rua, plantou-se uma muda de Pau-Brasil, com as participações do prefeito regional Alexandre Baptista Pires e os convidados deputado estadual Celino Cardoso e a Chefe de Gabinete Sandra Santana, mais o vereador Conte Lopes e o ex-vereador Kamia. E, junto com os moradores e várias crianças, foram plantados mais de 100 mudas (das 300 em outros locais) de plantas ornamentais conhecidas com Lanterninha-Japonesa e Bela Emília. Todos os passos do prefeito regional e tudo que acontecia no evento aos olhos e na caneta da avaliadora Juliana Pinheiro Spione da Secretaria Municipal das Prefeituras Regionais (SMPR), que contava pontos para o prêmio mensal. Ao dela, e em outros pontos, o dinâmico Assessor de Comunicação da Prefeitura Regional, Alarico Rezende, fazendo os registros jornalísticos e fotográficos. E, por outro lado, o eficiente Rafael de Souza, da Cultura, largou sua Nikon e não realizou nenhum registro, pois corria de um lado a outro, nos acertos da infraestrutura de funcionamento dos bastidores do evento.

O QUE FOI FEITO === Mas o importante no “Bairro Lindo” é o antes e o depois do evento. Já uma semana antes, os funcionários da Prefeitura Regional e da prestadora de serviços   Inova, orientados pelo Engº. Fábio Polillo (da Coordenação de Projetos e Obras – CPO) e Jaime Silva, controlador de serviços, deram duro com as varrições, capinação, pintura de postes e guias, manutenção de logradouros,  manutenção de galerias, tapa buraco, retirada de lixo e combate aos pontos viciados com descarte irregular – e montagem de jardins com material reciclado – pneus, madeiras e outros.

E quando se fala em números, olha o que acontece: na Rua Maria Amália Lopes de Azevedo até Mariquinha Sciacia, 2 quilômetros de varrição, capina, pintura e raspagem; revitalização canteiro da Mamud Rahad: 1200 metros de capina, varrição, raspagem e pintura, 60 postes limpos e pintados;  e  na Rua Francisco Inglês: sarjetão, varrição, capina e raspagem, além da limpeza manual do Córrego da Cantareira, revitalização com plantio, pintura.

MAIS ZELADORIA === E mais os caminhões do Cata-Bagulho do ponto rotativo e do serviço semanal. Um ponto importante que foi realizado na semana foi junto ao Córrego da Cantareira, ao lado das vias Mariquinha Viana e Francisco Inglês, com limpeza e desobstrução de galerias. No sábado, os voluntários e uma equipe do Grupo Amigos do Horto pintaram de branco o muro do Horto Florestal, chegando a 450 metros, já que outros serviços não podem ser oferecidos porque o local é controlado pelo governo estadual, sendo tombado pelo CONDEPHAAT – Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico, havendo necessidade de pedidos especiais com antecedência para análises. Mas na Rua do Horto, os números: 3200 metros de capina, varrição, raspagem e pintura,  mais 80 postes limpos e pintados

GENTE MAIS FELIZ E PRODUTIVIDADE === “O importante de tudo é agregar os moradores nestas ações do Bairro Lindo. O que vale mesmo são as ações de zeladoria, que são benefícios diretos a todos. Criar esse vínculo de cidadania, que aos poucos vai retornando e mostrando a todos os moradores”, declarou o prefeito regional, Alexandre Baptista Pires. Ele observou ainda que até entre os funcionários da Prefeitura Regional o clima mudou muito e hoje o ambiente é outro, com mais colaborações. “Acabou aquele jeito de ar carregado, caras sérias e de mau humor”, complementa. E todos saem ganhando na boa convivência e com os serviços mais produtivos.

TUDO PARA DAR CERTO === Com um dia espetacular, muito Sol e calor, às 13 horas foi chegando o fim de mais uma etapa do “SP: Faça Seu Bairro Lindo”, com os anteriores no Jardim Hebron (junho) e Edu Chaves (julho). No Horto Florestal foi com mais vigor e mais serviços, trouxe até alegria para os comerciantes ao lado da entrada do Parque, “eu gostaria que isto acontecesse todos os finais de semana”, declarou  José Carlos Seixas de um dos três bares lotados de gente. Resta agora aguardar o mês que vem, quando na reunião mensal dos prefeitos regionais for divulgado os ganhadores do “Bairro Lindo”. A torcida é toda para o Jaçanã, que no mês que vem (14 de setembro)  também estará em festas com os 147 anos do bairro. E a Prefeitura Regional não para já organizando mais este evento.

Os colaboradores ===  Um grande evento, que só foi possível pela boa vontade e engajamento de vários  colaboradores, listados em ordem alfabética:

Academia Baraka;   Academia Red Fitness;  Acadêmicos do Tucuruvi;  Adote uma Vida; Associação Renovar e Crescer – ARC;   Biblioteca José Mauro de Vasconcelos; Brotherhood; Canil da GCM; Casa de Cultura Tremembé; Casa Cultural Hip Hop Jaçanã;  Centro Apoio Mulher – CAM; CET;  Cherobim Casa de  Pesca;   Colégio Aliado; Centro Cidadania LGBT Luana Barbosa dos Reis;  CIC  Norte; Clínica Edu Chaves;  COHAB SP;  CONSEG  Água Fria/Mandaqui/Tremembé;  CONSEG Jaçanã /Tremembé; Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo;    Cooperativa Sem Fronteiras; Detran SP;  DJ Kall;   Fábrica de Cultura Jaçanã; Faculdade São Paulo UNIESP;  Guarda Civil Metropolitana – GCM; Gerson Ferreira Instrumentos Musicais;   Hinode;   IABAS; Instituto de Defesa e Apoio da Mulher –  IDEAM; Instituto Omindaré;    Magia Empreendedora;  Mazinho de Campos e Banda D’Maza; PAVES – Programa Ambientes Verdes e Saudáveis;  Projeto de Incentivo a Vida – PIVI;   Polícia Militar do Estado de São Paulo – PMSP;  Rotary Clube; Sabesp;  Sr. Brigadeiro & Sra. Beijinho; Supervisão de Vigilância em Saúde – SUVIS;   Sabesp e   VA Produções.

Além da galeria de fotos abaixo, veja a reportagem fotográfica completa aqui:

 

 

sicredi_institucional

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora