Na ordem correta de importância, as bandeiras do Estado de São Paulo, do Brasil e do Município de São Paulo tremulavam  no coração do bairro do Jaçanã, na 6ª. feira (01/09/2017). No mastro, à sua frente, um marco histórico do Hospital São Luiz Gonzaga; e atrás, o Hospital Geriátrico e de Convalescentes D.Pedro II – mais conhecido como Asilo do Jaçanã. E por todos os lados, a história de 147 anos do progresso que alavancou os sítios e fazendas ao que hoje mostra nos seus mais de 100 mil  habitantes – já que os números são do Censo de 2010, quando contava com 94 mil.

No meio disto tudo, outros marcos históricos que tentam se perpetuar no modesto Museu da Memória do Jaçanã, criado pelas mãos e coragem do Sr. Sylvio Bittencourt, que hoje também ficou na memória. Entre os pássaros Jaçanã – que não mais proliferam nos pantânos – e do trenzinho da Tramway imortalizado pelo compositor Adoniran Barbosa, o Jaçanã se desenvolveu e abriu os braços para muita gente nos morros da Serra da Cantareira.

NO MEIO DA PRAÇA === Na praça Dr. Carlos Bastos Aranha, que  é mais conhecida como Praça do Rotary – por causa do apoio da entidade desde 09 de outubro de 2002 (data da pedra fundamental), abriu-se no primeiro dia do  mês de aniversário os 147 anos de um bairro que mora no coração de muita gente e que é executada no mundo todo – a música Trem das Onze é mais tocada do que a Aquarela do Brasil, de Ary Barroso, ou qualquer outra do passado ou do presente.

Os mastros prontos e as bandeiras atadas, o vento ajudando, e o Hino Nacional executado magistralmente pelo Coral da Guarda Civil Metropolitana, sob a batuta do maestro Subinspetor Bastos. A bandeira do Município foi alçada pelo prefeito regional de Jaçanã/Tremembé, Alexandre Baptista Pires, e a do Brasil pelo presidente do Rotary Club de Jaçanã, Carlos Alberto de Oliveira  Rodrigues. A bandeira de São Paulo ficou a cargo do Inspetor de Divisão Marcus José de Almeida representando a Comandante da Guarda Civil Metropolitana/Jaçanã-Tremembé, Inspetora Kátia Medaglia – que se encontrava em outro compromisso.

UM POUCO DE AGRADECIMENTOS === Antes, o mestre de cerimônia José Renato Pereira Martins, que é o Diretor de Protocolo do Rotary Club Jaçanã, havia aberto os espaços para as falas do prefeito regional e o presidente da entidade. Os dois fizeram discursos rápidos lembrando de passagens e homenagens ao bairro do Jaçanã, com agradecimentos a todos que contribuem para o crescimento do bairro.

Além de convidados da região —  cerca de 60 pessoas — , estavam presentes Maria de Lourdes Ramos Schiavetti, do Rotary Clube-Mandaqui e governadora assistente da Área 5, gestão 2017/2018; e Nely Schefer, presidente do Rotary Clube de São Paulo Mandaqui, gestão 2017/2018.

O canteiro central do monumento do Rotary, ainda recebeu as mudas de arbustos das mãos do prefeito regional e do presidente do Rotary. A praça foi totalmente remodelada, até acrescentado um ponto de iluminação, com holofote para destacar o monumento e as bandeiras, à noite. O espaço tem adoção do Rotary Clube, que terá o maior empenho no local. A solenidade foi chegando ao fim, com apresentação de mais algumas músicas do Coral da Guarda Civil Metroplitana e músias diversas nos alto-falantes – até o Trem da Onze. Muitas fotos e selfies.

O QUE VAI ACONTECER === O aniversário do Jaçanã é no dia 14 de setembro, que neste ano está caindo na 4ª feira. Enquanto isto, há mais de um mês, uma Comissão Organizadora prepara as atrações para vários dias. No dia 18 de agosto teve o início das comemorações com o lançamento de um selo pelos 147 anos, que fez parte de um evento no auditório do CEU Jaçanã.  Além do hasteamento das bandeiras na Praça Cívica do Rotary Club Jaçanã, consta na programação: no dia 14/09 (5ª feira), Exposição Bairro Lindo no Museu Memória do Jaçanã (Rua São Luiz Gonzaga, 156);  16/09 (sábado), Feira da Saúde no Jardim Recanto Verde; 16/09 (sábado) – Concurso Miss e Mister 3ª Idade, das 15 às 17 horas, no Auditório do CEU Jaçanã; e no dia 30 (sábado), Festa de Aniversário, das 8 às 15 horas, com ação de zeladoria “Bairro Lindo” na Praça Dr. João Batista Vasques, com shows na praça Comandante Alberto de Souza, ao lado.

(…) Moro em Jaçanã… se eu perder esse trem, que sai agora às onze horas / Só amanhã de manhã (…)

Além das fotos da galeria abaixo, veja a cobertura fotográfica completa aqui

Organicos

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora