A Secretaria Municipal de Saúde do Município de Guarulhos  informou nesta 6ª feira (13/04/2018), que o Instituto Adolfo Lutz confirmou mais duas mortes de moradores de Guarulhos que estavam sob investigação e tiveram resultado positivo para febre amarela silvestre, sendo um autóctone (infectado no município) e um caso importado de Nazaré Paulista. Com isso, sobe para 26 o número de mortes em decorrência da doença, dos 54 casos confirmados na cidade até o momento.

O caso contraído em região de mata é de um senhor de 64 anos, que trabalhava como caseiro em um sítio na Água Azul. A vítima tomou a vacina no dia 1° de março, mas já havia sido infectado antes mesmo de criar imunidade, já que é necessário dez dias para que a vacina comece a fazer efeito. Ele começou a sentir os primeiros sintomas no dia 10 de março e foi internado no Hospital Geral de Guarulhos na mesma data, mas devido à piora do quadro clínico foi à morte cinco dias depois.

O segundo caso é de um homem de 62 anos, morador do Jardim Jovaia, que não estava imunizado. Ele foi infectado em visita a um sítio localizado em Nazaré Paulista, onde ficava a maior parte do tempo. No dia 10 de março ele apresentou os primeiros sintomas, deu entrada no Hospital e Maternidade de Guarulhos – Grupo Notre Dame Intermédica – no dia 13 e foi à morte  dois dias depois.

Campanha continua em Guarulhos ===  Por conta dessas ocorrências, a Secretaria de Saúde reforça a importância das pessoas se imunizarem e não se exporem em regiões de risco antes de dez dias após ter tomado a vacina. A campanha de vacinação contra a febre amarela prossegue em todas as 69 Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município.

Para se vacinar é necessário apresentar comprovante de que mora ou trabalha na cidade, além de documento oficial com foto. Neste sábado (14/04/2018), quatro UBS vão funcionar das 8 às 16 horas, pelo programa Saúde Agora e também para vacinar a população contra a febre amarela. São elas: Vila Fátima (Rua Esmeralda, 25), Santa Lídia (Rua Mario Bezerra de Espindola, 4), Seródio (Avenida Coqueiral, 111) e Jacy (Rua São Geraldo da Piedade, 45). <<Com apoio de informações/fonte: Ass.Imprensa Prefeitura Municipal de Guarulhos >>

   Postos de saúde de São Paulo vacinam no final de semana

 Com a meta de imunizar 95% da população contra a febre amarela ainda neste semestre, mais de 80 postos de saúde da capital paulista estarão abertos no sábado (14). A maior parte das unidades vai funcionar de 8h às 17h ou das 7h às 14h. Há postos com horários diferenciados. A lista com as unidades de plantão estão publicadas no site da Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo. Abaixo, a relação dos postos na Zona Norte.

Vacina na Av.Paulista === O Parque Mário Covas, na Avenida Paulista, vai receber no domingo (15) uma tenda para aplicação da vacina. A ação faz parte do encerramento da quarta edição da Virada da Saúde, promovida pela Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo, e funcionará das 11h às 14h. Para participar, é preciso levar documento de identificação e, se possível, carteira de vacinação e cartão SUS.

A campanha contra a febre amarela começou em setembro do ano passado na zona norte da capital e foi ampliada gradativamente, priorizando as áreas de maior vulnerabilidade. Desde março deste ano, a medida foi estendida para todos os 96 distritos do município.

A meta de imunização === A secretaria pediu que os moradores que ainda não receberam a dose procurem uma unidade para se proteger da doença. Até 4ª feira (11/04/2018), 6.340.952 pessoas (mais de 6 milhões) foram vacinadas na capital, o que representa 54,2% do público-alvo. A meta é imunizar 95% dos moradores de São Paulo até 30 de maio, data prevista para o término da campanha.

“As filas desnecessárias do início do ano desapareceram. Porém é muito importante que as pessoas procurem as unidades para se imunizarem contra a doença. Todos os postos de saúde da capital estão aplicando a dose”, disse o secretário de saúde, Wilson Pollara.

Para localizar a Unidade Básica de Saúde mais próxima do endereço, basta acessar a ferramenta Busca Saúde.

As restrições === A vacina contra a febre amarela não é indicada para crianças menores de 9 meses de idade, gestantes, mulheres amamentando crianças com até 6 meses e pacientes com imunodepressão de qualquer natureza, com câncer, com HIV, em tratamento com drogas imunossupressoras (corticosteroides, quimioterapia, radioterapia, imunomoduladores) e submetidos a transplante de órgãos. Em caso de dúvida, é importante consultar o médico antes de se vacinar. << Com apoio de informações/fonte: Empresa Brasil de Comunicação-EBC- Ludmilla Souza – Repórter da Agência Brasil >>

     Postos volantes nas estações do Metrô reforçam vacinação

Nove estações do Metrô de São Paulo receberão na próxima semana postos volantes para reforçar a campanha de vacinação contra a febre amarela no município. A ação é uma estratégia da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) para ampliar a cobertura vacinal na capital, atualmente em torno de 54,2%.

 As equipes de saúde farão atendimento de 2ª feira (16) a 5ª feira (19), das 10h às 18h. Nas estações Campo Limpo e Capão Redondo (Linha 5-Lilás), a ação acontecerá nestes quatro dias. Na Sé (Linha 1-Azul), a vacinação será apenas na 2ª feira, enquanto a estação Clínicas (Linha 2-Verde) participará na 2ª feira  e na 4ª feira (18).

Por fim, Vila Prudente e Sacomã (Linha 2-Verde), Penha e Tatuapé (Linha 3-Vermelha), e Ana Rosa (Linha 1-Azul) vacinarão na 2ª, 4ª e 5ª feiras.

Assim como acontece nos postos de saúde, é preciso levar documento de identificação para receber a dose nos postos volantes no Metrô. É importante lembrar que é necessário aguardar ao menos 10 dias após receber a dose para frequentar áreas consideradas de risco para transmissão da doença.

A Zona Norte segue a região com a melhor cobertura vacinal, com 85,5% de moradores vacinados. Em seguida, estão as regiões Sul (66,6%), Oeste (52,8%), Leste (37,7%), Sudeste (37%) e, por fim, o Centro, com apenas 17% da meta.

Até o momento, foram confirmados 12 casos autóctones (ou seja, adquiridos no próprio município de residência) de febre amarela na capital paulista, sendo que sete evoluíram para óbito. É importante ressaltar que todos os casos registrados são de febre amarela silvestre. Não há ocorrência de febre amarela urbana no Brasil desde 1942.  <<Com apoio de informações/fonte: Ass.Imprensa-Secretaria Municipal de Saúde / Coordenadoria Regional de Saúde-Norte >

                     Postos volantes em estações do Metrô

                                Horário: das 10 às 18 horas

 2ª feira (16/4): Metrô Sé, Clínicas, Vila Prudente, Sacomã, Penha,

Tatuapé, Ana Rosa, Campo Limpo, Capão Redondo

 3ª feira (17/4): Metrô Campo Limpo, Capão Redondo

4ª feira (18/4): Metrô Clínicas, Vila Prudente, Sacomã, Penha,

Tatuapé, Ana Rosa, Campo Limpo, Capão Redondo

5ª feira (19/4): Metrô Vila Prudente, Sacomã, Penha, Tatuapé, Ana

Rosa, Campo Limpo, Capão Redondo


                LOCAIS DE VACINAÇÃO NA ZONA NORTE

                        – NESTE SÁBADO (14/04/2018)  DAS 8 ÀS 17 HORAS:
  • Casa Verde/Mandaqui ===   Mandaqui,197
  • Freguesia do Ó === Rua Francisco Lotufo, 24
  • Freguesia do Ó === Rua Encruzilhada do Sul, 220
  • Jaçanã/Tremembé – Jd Joamar === Rua Adauto Bezerra Delgado, 230
  • Perus === Praça Vigário João Gonçalves de Lima, 239 
  • Pirituba/Jaraguá ===Estrada de Taipas, 1.648
  • Pirituba ===Rua João Amado Countinho, 400 
  • Pirituba/Jd Ipanema === Rua Pedro Ravara, 11-A 
  • Pirituba === Rua Dom Manoel D´Elboux, 76 
  • Pirituba === Rua Marcela Alves de Cássia, 175 
  • Pirituba/São Domingos ===  do Anastácio, 2421
  • Lauzane Paulista === Rua Valorbe, 80
  • Tucuruvi === Rua Paulo Cesar, 60 
  • Vila Medeiros/Jardim Brasil === Rua Francisco Peixoto Bezerra, 400 
  • Vila Medeiros === Rua Eurico Sodré, 353 
  • Vila Guilherme === Rua João Ventura Batista, 61       

 

sicredi_institucional

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora