Um sagui morto após ser ferido em uma briga entre os primatas no espaço que ocupavam no Zoológico de Guarulhos teve resultado positivo para a presença do vírus de febre amarela confirmado. Diante da situação, o Zoológico de Guarulhos será fechado preventivamente a partir desta 4ª feira (24/01/2018). A decisão foi tomada conjuntamente, em reunião realizada no município entre técnicos do zoo, representantes da Secretaria Municipal de Saúde, da Superintendência de Controle de Endemias (Sucen) e do Centro de Vigilância Epidemiológica do Estado de São Paulo (CVE).

O sagui é um macaco resistente ao vírus da febre amarela e pode conviver com a doença por muito tempo sem que ela se manifeste ou seja transmitida em regiões de mata pelos mosquitos dos gêneros Haemagogus ou Sabethes. Em Guarulhos, ele convivia com diversos macacos bugios e nenhum outro foi infectado, o que sugere não haver a transmissão da doença dentro do Zoológico.

Mesmo assim, como medida preventiva, diante do diagnóstico, a Secretaria de Saúde anuncia que serão desencadeadas as seguintes ações: controle de vetores com busca ativa de criadouros em todo o entorno do Zoológico, orientação à população quanto às medidas preventivas e vacinação dos moradores na área de abrangência local. Para tanto, a Prefeitura de Guarulhos fará a solicitação oficial de mais doses ao governo do Estado, para imunizar aproximadamente 25 mil habitantes da região.

LOCAIS DE VACINAÇÃO === Até o momento, as doses contra a febre amarela na cidade estão sendo disponibilizadas em 30 Unidades Básicas de Saúde (UBS): Palmira, Continental, Vila Rio, Morros, Santa Lídia, Seródio, Haroldo Veloso, Carmela, Lavras, Soberana, Ponte Alta, Santa Paula, Álamo, Aracília, Piratininga, Cambará, Cabuçu, Recreio São Jorge, Novo Recreio, Belvedere, Primavera, Acácio, Bananal, Santos Dumont, Fortaleza, Água Azul e Bambi, além das UBS Munhoz, Cavadas e Ponte Grande, que são unidades temporárias de vacinação para bloqueio da febre amarela na região.

Já o Ambulatório da Criança (Centro) e a UBS Cecap são unidades que emitem Certificado Internacional de Vacinação. Portanto, elas somente vacinam as pessoas que viajarão para locais de risco, mediante comprovação de viagem marcada (passagens, reservas de hotel, entre outros).

Em vez da entrega de senhas, desde esta 2ª feira (22/01/2018), as UBS passaram a realizar o agendamento das pessoas interessadas em tomar a vacina para dias desta semana, conforme a disponibilidade do estoque de vacinas fornecidas pelo Governo do Estado. << Com apoio de informações/fonte: Assessoria de Imprensa-Prefeitura Municipal de Guarulhos >>

Organicos

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora