Um belo lugar com cerca de 110 mil metros quadrados de muita vegetação e um paisagismo exemplar, no meio de muita vegetação e o prazer do meio ambiente. No início, um grande espaço perdido nos caminhos da Zona Norte/Noroeste, em Pirituba, naquela época. No grande lago, acidentes aconteciam com frequência e a preocupação dos moradores – que tiveram um alívio. O local mostrava-se com belas  imagens de  paisagens de outros países. E ali surgiu,  em 1992, o Parque da Cidade de Toronto.

UM TEMPO APÓS === Agora, 25 anos da inauguração, quem voltou a pisar no local foi Stéphane Larue, que na época fazia parte da comitiva do governo canadense.  Nesta 4ª feira (07/06/2017), Stéfhane Larue retornou ao local como Cônsul do Canadá em São Paulo. Depois de ter recebido um ofício e pedido de cooperação do Secretário do Verde e Meio Ambiente, Gilberto Natalini, solicitou uma visita ao local, ao lado do prefeito regional de Pirituba/Jaraguá, Ivan Renato Lima, e outros representantes do Consulado canadense e da Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente.

CADÊ OS “PLÁTANOS” === Ao dar os primeiros passos dentro do Parque Cidade de Toronto, o Cônsul canadense surpreendeu a todos ao indagar se no local havia “plátanos” – árvore nativa no Canadá, que chega a atingir 30 metros de altura – que é um símbolo histórico do país, cuja folha de bordo vermelha ao centro da bandeira  canadense parece com a folha do plátano. Ele ficou feliz quando um ambientalista na comitiva confirmou a existência de muitas árvores de plátanos no Parque Cidade de Toronto.

PROMESSA DE AJUDA E EVENTOS === Ele viu alguns pontos que o Parque Cidade de Toronto precisa de acertos e outros que podem ser desenvolvidos para melhor qualidade de vida dos frequentadores. Ele prometeu empenhar-se para trazer empresas canadenses para investimentos no local, na contrapartida do apoio de seu governo. O cônsul Larue anunciou que tem pretensões na realização de um evento Brasil-Canadá em comemoração aos 150 anos de seu país, ainda neste ano, e gostaria que um dos locais seja o Parque Cidade de Toronto. Um outro evento acontecerá no Parque do Ibirapuera com atrações musicais em 17 de setembro (domingo). Já em Pirituba, segundo ele, é uma maneira de prestar homenagem ao local que  homenageia a cidade de Toronto – que, como São Paulo, é a maior cidade de seu país e a quarta maior da América do Norte, onde também recebe estudantes e tem uma grande colônia de brasileiros

MAIS APOIO === Com essa intenção, o cônsul Larue  quer  tornar mais conhecida a cidade de Toronto, há a pretensão de criar um concurso com fotógrafos amadores mostrando particularidades e a beleza do Parque Cidade de Toronto, que poderá ter uma exposição oficial em Pirituba, com o apoio da Prefeitura Regional e do Consulado. Com as ideias plantadas ali no local, a preocupação do cônsul canadense é dar apoio para torná-lo mais conhecido e ter um marketing produtivo no relacionamento dos dois países. É provável que essas ideias e projetos cheguem até aos encontros na agenda do prefeito João Doria Jr., junto com a visita do embaixador para um maior estreitamento de acordos – que podem avançar em várias áreas esportivas, culturais e outras –, segundo confidenciou um dos assessores. “Estou muito feliz por saber que poderemos receber um apoio muito grande dos irmãos canadenses e tudo faremos para ajudar e deixar o Cidade de Toronto mais bonito e agradável, não só para Pirituba e região, mas para todos os paulistanos”, declarou o prefeito regional Ivan Renato Lima.

O INÍCIO DE TUDO === Pirituba/Jaraguá é uma região que mais tem parques na cidade de São Paulo. É a terceira área verde e relaciona oito parques (*1). Mas o que mais sobressai aos demais é o Parque Cidade de Toronto.  Ele soa bonito pelo nome e pela sua localização, no City América, em Pirituba. Em 1992 — há 25 anos —  foi criado através da parceria das cidades irmãs, São Paulo e a canadense Toronto – que aconteceu no período do governo da prefeita Luiza Erundina.  Isto foi possível em função de intercâmbio profissional, criado pelas duas prefeituras em 1987 (na época do governo do prefeito Jânio Quadros), sob a supervisão da Secretaria Municipal de Planejamento-SEMPLA. Essa parceria tinha como objetivo o aprimoramento e a troca de experiências entre os técnicos. E a área para implantação do parque situava-se junto à Rodovia dos Bandeirantes e atenderia vários bairros da região de Pirituba.

LOCAL IDEAL === O local era a sobra de loteamento do “City América” com brejos e o lago em grande parte da área. Uma variedade muito grande de fauna com muitas espécies e muitos peixes. Por outro lado, muitas espécies de aves – até migrações de pássaros da América do Sul e outros continentes. E ali uma exuberante vegetação com muitas espécies de árvores. Todo meio ambiente ali presente recebeu uma carga muito grande de know-how dos técnicos canadenses e até no paisagismo, com muitos detalhes pela tradição do Canadá com muitas áreas verdes.

BOA INFRAESTRUTURA === O tempo passou e o Parque Cidade de Toronto foi sendo esquecido, com problemas de conservação. Mas tem uma infraestrutura com churrasqueiras, quiosque, palco, aparelhos de ginástica, pista de Cooper, paraciclo, sanitários, bosque de leitura, playground ( com brinquedos típicos canadenses), quadras poliesportivas, lago, córrego e ponte de madeira sobre o lago e a várzea. Tudo isto pode ser melhor aproveitado com o apoio da co-irmã cidade de Toronto e o governo canadense. Depois de uma visita de cerca de uma hora, com vários pontos vistoriados, o cônsul canadense Stéfhane Larue foi embora, deixando uma boa impressão.

Parque Municipal Cidade de Toronto – Av. Cardeal Motta, 84 – City América, Pirituba – Zona Norte/Noroeste – Horário de funcionamento: aos domingos das 10h às 16h
Telefones: (11) 3675-8096 / 3824.2176

(*1) – Parques em Pirituba/Jaraguá: São Domingos, Rodrigo de Gásperi,
Pinheirinho D´Água, Jardim Felicidade, Jacintho Alberto, Cidade de Toronto,
Anhanguera e o Estadual do Jaraguá.
Organicos

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora