Os Metroviários de São Paulo decidiram parar por 24 horas nesta 4ª feira (15/03) – a partir da meia noite, em assembléia realizada nesta  3ª feira (14/03/2017) no Sindicato dos Metroviários,  no bairro do Tatuapé.

A categoria se une a motoristas e cobradores municipais de ônibus que  decidiram parar 100% da frota a partir da meia noite desta 4ª feira (15/03). De acordo com o Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores Rodoviários Urbanos de São Paulo – SINDMOTORISTAS, após as 8h, eles voltam a circular normalmente.

A mobilização das categorias faz parte do Dia Nacional de Paralisações e Greves contra as reformas da previdência e trabalhista. Organizados por centrais sindicais e movimentos como CUT, CNTE, Frente Brasil Popular e Frente Povo Sem Medo.    Uma série de protestos está marcada para acontecer durante toda a quarta-feira.

Em São Paulo, o local escolhido foi a Avenida Paulista e outras categorias como  bancários, químicos, eletricitários, professores,  metalúrgicos, servidores da Sabesp, dos Correios e da Polícia Civil também devem participar dos protestos na cidade.

O Metrô obteve uma liminar no Tribunal Regional do Trabalho determinando que o Sindicato dos Metroviários mantenha o efetivo de 100% dos serviços nos horários de pico (das 6h às 9h e das 16h às 19h) e de 70% nos demais horários nesta quarta-feira (15). Em caso de descumprimento, o Sindicato será multado em R$ 100.000,00.

A Prefeitura de São Paulo  obteve uma liminar na  13ª Vara da Fazenda Pública, obrigando o SINDMOTORISTAS  a manter no mínimo 70% da frota de ônibus circulando na cidade de São Paulo. A liminar estipula ainda,  uma multa de R$ 5 milhões por hora em caso de descumprimento da decisão pelo sindicato.

A SPTRANS também obteve uma liminar junto ao   TRT (Tribunal Regional do Trabalho) da 2ª Região. De acordo com a decisão,  o  SINDMOTORISTAS   não está autorizado a fazer greve, e determinou uma  multa diária de R$ 300 mil caso o sindicato descumpra o determinado.

A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego de São Paulo) suspendeu o rodízio municipal de veículos nesta quarta-feira, durante todo o dia. A decisão vale apenas para carros.  As restrições de circulação para caminhões seguem valendo normalmente.

aniversario bergamini

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here