Junho Vermelho chama atenção para doação de sangue

0
433

O Dia Mundial do Doador de Sangue é celebrado nesta quarta-feira (14). E para  chamar a atenção para a importância  de doar sangue  como ato de solidariedade, em 2011 foi criada a  Campanha Junho Vermelho.  Durante o restante do  mês,  monumentos  e  prédios com importância histórica nas cidades de São Paulo, Curitiba e Brasília estarão iluminados na cor vermelha, como forma de incentivo para que as pessoas doem sangue de forma constante.   Aqui, na Zona Norte da Cidade de São Paulo, o local escolhido foi a Ponte das Bandeiras.

Hemorede === No Brasil, cerca de 3,5 milhões de pessoas realizam transfusão de sangue. Ao todo, existem no país 27 hemocentros coordenadores e 500 serviços de coleta. Atualmente, 1,8% da população brasileira doa sangue. Embora o percentual fique dentro dos parâmetros da Organização Mundial de Saúde (OMS) – de pelo menos 1% da população – o Ministério da Saúde tem trabalhado para aumentar a taxa.

Rede Online de doadores  ===  A rede de doadores online SalvoVidas.com,   uma startup social fundada por Rafael Oki,  conecta doadores a bancos de sangue sob demanda, como um Uber da doação de sangue. Eles avisam uma pessoa cadastrada quando um banco de sangue da sua região precisa do seu tipo sanguíneo. Para fazer parte, basta entrar no site http://SalvoVidas.com e se cadastrar.

Sangue tem prazo de validade ===  Poucas pessoas sabem, mas o sangue tem validade: as plaquetas, por exemplo, duram no máximo 7 dias. Assim, se todos doassem ao mesmo tempo, grande parte desse sangue seria desperdiçado em uma semana. Entendendo essa situação, o engenheiro de produção, Rafael Oki, identificou que era um problema de estoque que poderia ser resolvido com tecnologia e marketing digital. Assim, fundou a SalvoVidas.com, hoje, com mais de 10.000 cadastrados, centenas de pessoas já doaram devido à plataforma.

E para comemorar o  Dia Mundial da Doação de Sangue, a  SalvoVidas.com,  lançou um vídeo com a campanha “1 a cada 4 pessoas um dia vai precisar:”, que  apresenta organizações que estão contribuindo para melhorar o Brasil e tem o objetivo de mostrar que, enquanto todas essas organizações contribuem para solucionar problemas de vários setores, a maior parte da população pode contribuir para acabar com a falta de sangue no Brasil.

Falta de sangue no Brasil ===  A ONU estabelece que o mínimo recomendado de doadores de sangue em um país seja 3% da população. No Brasil, apenas 1,9% dos brasileiros doam sangue. Isso significa que temos que praticamente dobrar o número de doadores. Porém, apenas levar o maior número de pessoas possível a doação não resolveria o problema.

Dentre as organizações parceiras nessa campanha estão Fundação Estudar, TETO, Resultados Digitais, Saúde Criança, Politize e Geeki. Sobre o significado de unir todas essas organizações, Rafael Oki, fundador da SalvoVidas.com, diz “Essa é uma demonstração da preocupação delas com o próximo, incentiva seus colaboradores e seguidores a participarem da solução do problema e ainda contribui para um país mais consciente e solidário.”

Os parceiros do SalvoVidas.com:

Acate,  AESebrae,  AIESEC Brasil,   Atados,   Bemtevi,  Benfeitoria, Busca ID, Caridax Convênia, Cuco,  Dialetto, Dr. Jairo Bouer,   Enactus, Engajamundo, Easy Carros, ePHealth, Fábrica de Heróis,  Fundação Estudar, Geekie, GeekHunter, Impact Hub Floripa,  Incubadora CELTA, Instituto da Criança,  Meu Copo Eco, Midi Tecnológico,  MobLee,  Movimento Choice, Politize,  Projeto Draft, Remédio Certo, Resultados Digitais, RockContent, SambaTech, Saúde Criança, Sebrae Brasil, Semente Negócios,  Social Good Brasil, Spinver, Ta-na-hora, Ta-na-hora, Tem Açúcar?, UseMobile e Vetor Brasil

Quem pode doar – No Brasil, pessoas entre 16 e 69 anos podem doar sangue. Para os menores de 18 anos é necessário o consentimento dos responsáveis e, entre 60 e 69 anos, a pessoa só poderá doar se já o tiver feito antes dos 60 anos. Além disso, é preciso pesar, no mínimo, 50 quilos e estar em bom estado de saúde. O candidato deve estar descansado, não ter ingerido bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores à doação e não estar de jejum. No dia, é imprescindível levar documento de identidade com foto.

A frequência máxima é de quatro doações anuais para o homem e de três doações anuais para a mulher. O intervalo mínimo deve ser de dois meses para os homens e de três meses para as mulheres.

A doação é 100% voluntária e beneficia qualquer pessoa, independente de parentesco com o doador. É importante lembrar que o sangue é essencial para os atendimentos de urgência, realização de cirurgias de grande porte e tratamento de pessoas com doenças crônicas, como a Doença Falciforme e a Talassemia, além de doenças oncológicas variadas que, frequentemente, necessitam de transfusão.

aniversario bergamini

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here