Violão, viola caipira, saxofone, clarinete, baixo elétrico, flauta, trompa, trombone, trompete, tuba, bateria, bandolim, cavaco, guitarra e até canto coral, tudo e muito mais em livros integrais e gratuitos, em PDF na internet. Livros didáticos, desde os princípios, chegando aos primeiros acordes. São verdadeiras aulas para desenvolvimento dos educadores e dos alunos. No total, são 38 livros (média de 40 páginas — bem ilustrados e passo a passo) com destaque aos vários instrumentos (17), guia de educadores e complementares.

A partir de agora,  todos os livros didáticos produzidos pelo Projeto Guri – maior programa sociocultural brasileiro, mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, estarão disponíveis gratuitamente no site da instituição.  O material reúne os conteúdos abordados no ensino coletivo de música nos polos da instituição, com sugestões de atividades e repertório, dicas e curiosidades musicais organizadas por renomados educadores musicais.

“Acreditamos que ao compartilhar nosso material didático o seu alcance será ampliado, contribuindo para o enriquecimento do ensino coletivo da música para além das fronteiras da instituição. Estudantes, músicos, professores e professoras de música, escolas e organizações sociais artísticas e público em geral poderão, a partir de agora, ter acesso a este rico material”, diz Claudia Freixedas, diretora Educacional do Projeto Guri.

A iniciativa facilitará o acesso de educadores e alunos ao conteúdo dos materiais que até hoje estavam disponíveis apenas nas versões impressas, distribuídas nos polos de ensino do Projeto Guri no interior e no litoral do estado. Os livros foram desenvolvidos tendo em vista os quase 23 anos de experiência da instituição e contempla a faixa etária dos Guris, isto é, crianças, adolescentes e jovens de 6 a 18 anos incompletos – até 21 anos da Fundação CASA e nos Grupos de Referência.

A coleção para educadores, lançada em 2012, foi elaborada a partir das particularidades do ensino coletivo da música e é composta por 11 livros específicos para os cursos de baixo elétrico, bandolim, bateria, canto coral infanto-juvenil, cavaco, guitarra, madeiras, metais, percussão, viola caipira, violão e um guia didático para cordas friccionadas. A ideia foi criar um material com uma proposta de um fazer musical de maneira mais abrangente, flexível e criativa, adaptado ao dia a dia e ao perfil dos Guris, tendo em vista a diversidade de faixa etária, ampliação de repertório, rotina e realidade de cada curso oferecido.

Em continuidade ao projeto de elaboração de livros didáticos para apoio às atividades dos educadores do Guri, em 2013 foi a vez dos alunos se beneficiarem. O material contém atividades para sala de aula e outras para casa, como pesquisa, reforço de conteúdo, exercícios de apreciação e composição. Há também indicações de CDs, DVDs e livros do acervo para consulta e utilização em aula.

Entre 2016 e 2017, oito novos títulos foram elaborados para alunos e educadores. São quatro títulos para cursos que ainda não contavam com materiais didáticos próprios – fundamentos da música e iniciação musical – e quatro títulos para ampliação de conteúdo dos cursos de violão e de viola caipira.

“A ideia é ampliarmos as coletâneas sempre que necessário, para garantirmos novas propostas de trabalho e complementos aos conteúdos já publicados”, esclarece Helen Valadares, gestora do projeto de desenvolvimento dos livros didáticos.

Os livros estão disponíveis gratuitamente no site da instituição. Clique no link :

                           https://www.projetoguri.org.br/livros-didaticos/.

Patrocinadores e apoiadores do Projeto Guri – Amigos do Guri: Instituto CCR por meio da CCR AutoBAn e CCR SPVias, SABESP, SKY, CTG, EMS, Microsoft, Usina Colorado,  Caterpillar, Supermercados Tauste, Capuani, Grupo BB e Mapfre, Pinheiro Neto,  WestRock, VALGROUP, Banco Votorantim, Mercedes Benz, Catho, Hasbro, Cipatex, PPE Fios, Grupo Maringá, Raízen, Castelo Alimentos, Arteris e Cremer.


Sobre o Projeto Guri ===  Mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, o Projeto Guri é considerado o maior programa sociocultural brasileiro e oferece, nos períodos de contraturno escolar, cursos de iniciação musical, luteria, canto coral, tecnologia em música, instrumentos de cordas dedilhadas, cordas friccionadas, sopros, teclados e percussão, para crianças e adolescentes entre 6 e 18 anos. Mais de 49 mil alunos são atendidos por ano, em quase 400 polos de ensino, distribuídos por todo o estado de São Paulo. Os mais de 330 polos localizados no interior e litoral, incluindo os polos da Fundação CASA, são administrados pela Amigos do Guri, enquanto o controle dos polos da capital paulista e Grande São Paulo fica por conta de outra organização social. A gestão compartilhada do Projeto Guri atende a uma resolução da Secretaria que regulamenta parcerias entre o governo e pessoas jurídicas de direito privado para ações na área cultural. Desde seu início, em 1995, o Projeto já atendeu cerca de 650 mil jovens na Grande São Paulo, interior e litoral. Projeto Guri www.projetoguri.org.br

Sobre a Amigos do Guri ==  A Amigos do Guri é uma organização social de cultura que administra o Projeto Guri. Desde 2004, é responsável pela gestão do programa no litoral e no interior do estado de São Paulo, incluindo os polos da Fundação CASA. Além do Governo de São Paulo – idealizador do projeto –, a Amigos do Guri conta com o apoio de prefeituras, organizações sociais, empresas e pessoas físicas. Instituições interessadas em investir na Amigos do Guri, contribuindo para o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes, têm incentivo fiscal da Lei Rouanet e do Fundo Municipal da Criança e do Adolescente (FUMCAD). Pessoas físicas também podem ajudar. Saiba como contribuir: www.projetoguri.org.br/faca-sua-doacao. << Com apoio de informações/fonte: máquinacohn&wolfe – Assessoria de Comunicação >>

Institucional Trevo

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora