Miguel foi o nome mais escolhido pelos pais dos recém-nascidos na cidade de São Paulo no ano de 2017. O nome de origem hebraica está no topo da lista dos mais registrados na região, dando nome a 3.748 recém-nascidos na região. Na sequência aparecem Arthur, com 3.163 registros de nascimentos, e Alice, com 2.854 registros.

Um novo ranking, mais completo e detalhado, desenvolvido pela Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo (Arpen/SP) com base nas informações dos 836 Cartórios paulistas prestadas à Central Nacional de Informações do Registro Civil (CRC Nacional) mapeou um estudo completo sobre os nomes mais registrados no Estado de São Paulo em 2017.

A nova metodologia permitiu a segura identificação de nomes simples e compostos e a comparação efetiva para se chegar aos nomes mais escolhidos dentre os 173.510 nascimentos registrados na capital paulista até o dia 10 de dezembro deste ano. Ao todo, a população da região escolheu um total de 10.564 nomes diferentes, alguns deles com ampla variação de grafia, além dos tradicionais nomes diferentes escolhidos pelos pais.

Em 2017, além dos três primeiros colocados, a lista dos “10 Mais” da Região conta com Lorena (2.330); Davi (2.206); Laura (2.100); Bernardo (2.096); Valentina (1.999); Sophia (1.994) e Lorenzo (1.960).

No ranking separado por sexo, os 10 nomes masculinos mais escolhidos foram Miguel (3.748); Arthur (3.163); Davi (2.206); Bernardo (2.096); Lorenzo (1.960); Gabriel (1.912); Heitor (1.853); Pedro (1.539); Lucas (1.425) e Enzo (1.370).

Já entre as mulheres, o ranking dos 10 nomes mais registrados foram Aline (2.854); Lorena (2.330); Laura (2.100); Valentina (1.999); Sophia (1.994); Helena (1.720); Heloísa (1.618); Julia (1.452); Maria Eduarda (1.417) e Isabella (1.298).

Estado de São Paulo ===  Os números estaduais seguiram a linha da região. Em 2017, o Estado de São Paulo contabilizou em lista dos “10 Mais” com: Miguel (11.756) registros, Arthur (9.335 registros), Alice (8.776 registros), Davi (6.699 registros), Lorena (6.456 registros), Sophia (6.070 registros), Valentina (5.916 registros), Laura (5.795 registros), Lorenzo (5.767 registros) e Heitor (5.702 registros).

No ranking separado por sexo, os 10 nomes masculinos mais escolhidos foram Miguel (11.756), Arthur (9.335), Davi (6.699), Lorenzo (5.767), Heitor (5.702), Gabriel (5.606), Bernardo (5.257), Pedro Henrique (4.175), Lucas (4.022) e Pedro (3.980).

Já entre as mulheres, o ranking dos 10 nomes mais registrados foram Alice (8.776), Lorena (6.456), Sophia (6.070), Valentina (5.916), Laura (5.795), Helena (5.622), Heloísa (4.916), Maria Eduarda (4.414), Lívia (4.044) e Júlia (4.000).

Nomes tradicionais, da moda e variações ===  O estudo possibilitou identificar ainda um ranking estadual considerando-se apenas o primeiro nome, as variações dos nomes mais comuns, além dos nomes menos comuns ou que caíram em desuso nos últimos anos. Considerando-se apenas o primeiro nome dos registros, o ranking muda completamente de patamar.

Nesta situação Maria passa a ser o nome mais registrado, com 24.877 registros de nascimento, seguido por Miguel (15.998), Davi (15.703) Ana (14.584), Arthur (14.539), João (13.577), Alice (11.495), Pedro (11.221), Enzo (10.514), Sophia (9.209) e Lorena (8.658). A lista consta ainda com Lorenzo, Laura, Heitor, Gabriel, Valentina e Helena.

Interessante observar que nomes tradicionais, como Maria, possuem 121 variações de registros, sendo Maria Eduarda o mais comum, com 4.414 registros. Na sequencia estão Maria Clara (3.121), Maria Luiza (2.451) e Maria Julia (1.924). Já Ana, possui 83 variações de nomes registrados, com destaque para Ana Clara (2.760), Ana Júlia (2.424) e Ana Luíza (1.413).

Entre os homens João, possui 69 variações de nomes registrados, com destaque para João Miguel (2.928), João Pedro (2.408) e João Lucas (1.396). Já Pedro, possui 63 variações, com destaque para Pedro Henrique (4.175), Pedro Miguel (727) e Pedro Lucas (306).

Nomes considerados “da moda”, também aparecem na lista, sendo Enzo uma das situações mais curiosas, já que duas formas quase empatadas dominam o registro de crianças com este nome: Enzo Gabriel (3.957 registros) e Enzo (3.912). Em número maior registram-se as variações de Davi, sendo David Lucca o mais comum, com 2.485 registros, seguido por David Lucas, David, David Miguel e Davi Henrique.

Por fim, os registros de nomes que chegaram a ser comuns em outras épocas e que cada vez mais caem em desuso, como Adolfo, Newton, Sheila, Ivan, Virginia, Terezinha, Edvaldo, Adalberto e Clóvis, com um registro cada. A lista traz ainda nomes “bem” diferentes, como Larreny, Zahara, Haira, Ysadhora, Aillen, entre outras curiosidades. << Com apoio de informações/fonte: Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo = Arpen-SP/Brasil >>

RANKING CAPITAL 

10 NOMES MAIS FREQUENTES - GERAL
MIGUEL
3748
ARTHUR
3163
ALICE
2854
LORENA
2330
DAVI
2206
LAURA
2100
BERNARDO
2096
VALENTINA
1999
SOPHIA
1994
LORENZO
1960

 

10 NOMES MAIS FREQUENTES – MASCULINO
MIGUEL
3748
ARTHUR
3163
DAVI
2206
BERNARDO
2096
LORENZO
1960
GABRIEL
1912
HEITOR
1853
PEDRO
1539
LUCAS
1425
ENZO
1370

 

10 NOMES MAIS FREQUENTES – FEMININO
ALICE
2854
LORENA
2330
LAURA
2100
VALENTINA
1999
SOPHIA
1994
HELENA
1720
HELOISA
1618
JULIA
1452
MARIA EDUARDA
1417
ISABELLA
1298
 

aniversario bergamini

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora