O grande estádio está ali há 59 anos fazendo parte da paisagem do Bom Retiro e das Marginais, agora na companhia do vizinho espaço dos Esportes Radicais, mas pouca gente sabe de sua importância para os japoneses. É um estádio diferente, com uma arquibancada só de um lado e no formato de um “V” ao inverso voltado para um gramado com cerca de 100 metros quadrados, com várias marcações parecendo “caminhos de terra”.

É o Estádio Municipal de Beisebol Mie Nishi, que é uma homenagem à mãe do ex-presidente por mais de 30 anos da Federação Paulista de Beisebol, Isao Nishi – que morreu em 2006. Mas apesar de ser um esporte praticado principalmente pelos japoneses, sua origem é norteamericana, desde 1846, ou seja há 171 anos, e chegou por aqui quatro anos após – em 1850 — através de empresas e funcionários daquele país.  Mas não tornou-se um esporte concorrente do futebol, vôlei e basquete brasileiros. Mas cresceu muito e o beisebol estará representado nos Jogos Olímpicos de 2020.

UMA HONRA E RESPONSABILIDADE === Com toda essa história, o objetivo ficou mais importante – e de muita honra e responsabilidade – ainda mais com  as finais do 1º Torneio de Taco de Rua ( ou Tacobol ) da Zona Norte, que no sábado passado (29/07/2017) realizou essa etapa final com os vencedores das seletivas nas cinco prefeituras regionais: Vila Maria/Vila Guilherme/Vila Medeiros; Jaçanã/Tremembé; Santana/Tucuruvi/Mandaqui; Casa Verde/Cachoeirinha/Limão e Freguesia do Ó/Brasilândia.  Depois de cinco semanas lá estavam os jogadores no histórico templo do beisebol paulistano – até como uma homenagem, já que o Tacobol ou Taco de Rua tem suas semelhanças com esporte dos americanos, japoneses e alguns países da América Central – até Cuba. Uma das versões é que o beisebol inspirou o tacobol com suas regras diferenciadas. E tudo isto somente foi possível em um belo e bem cuidado local por conta do diretor do Estádio Municipal de Beisebol, Olívio Heiji Sawasato, e seu assistente Massah Fujimoto — que deram todo o apoio e logística para os jogos finais.

O TACOBOL NO GRANDE CAMPO === Com cal, foram marcados quatro campos no chão dos corredores do beisebol. As casinhas colocadas nos seus respectivos lugares. E sobrou um espaço enorme de gramado. E no tempo certo, houve a abertura oficial da Grande Final, ouviu-se com todo o respeito o Hino Nacional e as palavras de um dos organizadores, o Supervisor de Esportes de Santana/Tucuruvi/Mandaqui, Newton Blessa Loiácono – que juntamente com o companheiro Clóvis Jurado foram os criadores do torneio – e apoio de Wilson Aparecido  Silva de Oliveira (Feijão).

TUDO ACERTADO ===  Imediatamente, foram organizadas as equipes para os confrontos por categorias e deslocadas com os árbitros da Uninove. Foram muitas emoções e alegrias com os jogos sendo realizados simultaneamente e com a vibração de torcidas. Após as partidas eliminatórias foram sendo montados os jogos finais. Abaixo reproduzimos os campeões e vice de cada categoria, que foram ao pódio para nova festa de alegria e  receber as premiações em troféus, medalhas e jogos oficiais de tacobol produzidos pela Mulek de Rua. A galeria de fotos mostra a alegria de todos e a grande festa.

GLOBO VEIO MAS NÃO FÊZ === Houve tanta repercussão deste 1º Torneio de Taco de Rua da Zona Norte, que a RedeGlobo enviou a equipe com a repórter Sabina Simonatto. Foram feitas várias tomadas de cenas dentro do campo e entrevistas com organizadores e jogadores. Depois de mais de meia hora, a repórter foi deslocada pela chefia de reportagem para um incêndio no Glicério. E, infelizmente, a pauta caiu.

O REPÓRTER MAIS ESPERTO === Mas, logo em seguida, o repórter Jean Brandão  do programa “ Esporte Fantástico” , da Rede Record, veio também com a pauta para a cobertura do tacobol. Esse foi mais feliz e, com sua equipe, ficou até o final do torneio. Fez várias tomadas, lances e entrevistas – e até foi desafiado (e perdeu) para um jogo com o Márcio Fernandes  e o Alexandre Koga (japonês), donos da grife Mulek de Rua-MLK. O repórter não só produziu a matéria no local, como marcou outra reportagem sobre os carrinhos de rolimã. E ainda foi feito um desafio à apresentadora do programa Milena Ceribelli para ir disputar o tacobol – será que ela vai aceitar?   Essa reportagem vai ao ar no sábado (05/08/2017), às 10 horas, no “Esporte Fantástico-Rede Record”.

PREFEITOS REGIONAIS FORAM REPRESENTADOS === Por causa das ações de governo, aos sábados pela manhã, os prefeitos regionais não puderam comparecer. Mas a prefeita regional de Santana/Tucuruvi/Mandaqui, Rosmary Corrêa (a Delegada Rose) conseguiu “acelerar os serviços” e com tempo para prestigiar a final, chegando com atraso e ficou um bom tempo no local. “Represento aqui os demais prefeitos regionais. Sei que o torneio foi um sucesso e temos certeza que em breve se repetirá, quem sabe envolvendo as 32 prefeituras regionais. Um torneio para envolver todos os bairros. Deixo parabéns a todos, organizadores, competidores e os apoiadores”, declarou a prefeita.

QUEM ESTEVE PRESENTE === No apoio da organização do evento, estiveram presentes o Coordenador de Governo Local de Santana/Tucuruvi/Mandaqui, Isac Lima; Chefe de Gabinete da Prefeitura Regional de Vila Maria/Vila Guilherme/Vila Medeiros, Evandro Gilio; o Supervisor de Esportes Nélson Marques; e o Assessor Jurídico Waldir Mazzei – que representaram o prefeito regional Dário José Barreto. Já o Supervisor de Esportes e Lazer,  Manoel Rodrigo Ricardo, e os fiéis assessores Erivan Antonio da Silva e Edilton Rodrigues Soares, representaram o prefeito regional Alexandre B. Pires – que inclusive na etapa de Jaçanã/Tremembé participou ativamente e até saiu vencedor em uma das partidas — e, na retaguarda do comando, a Coordenadora de Governo Local: Waleska Simone Conte Lima Brilhante. Ainda estiveram presentes Vladimir Fernandes de Almeida,  Coordenador de Governo Local da Prefeitura Regional Casa Verde/Cachoeirinha/Limão, Vladimir Fernandes de Almeida, e o recém chegado Supervisor de Esportes, Ivam da Silva na representação do prefeito regional Paulo Cahim. E, por último, Renato Giglio (supervisor de esportes da Prefeitura Regional da Freguesia do Ó/Brasilândia) representando o prefeito regional Roberto Godoi. O evento ainda contou com as presenças dos Assessores de Comunicação das prefeituras Santana/Tucuruvi/Mandaqui (Rodrigo Antonio Paes Dias), de Casa Verde/Cachoerinha/Limão (Jânio Pires) e Jaçanã/Tremembé (Alarico Rezende).

QUEM DEU APOIO E AJUDOU MUITO === O evento pode ser realizado e ostentar  1º Torneio de Taco de Rua da Zona Norte por causa do apoio de empresas da região: Mulek de Rua (estrutura e apoio de seus diretores-proprietários), Uninove (estagiários/arbitragem), Espéria (Sr. Osmar Monteiro – ofereceu os tacos), Housek  (coletes das equipes), Art (confecção dos cartazes), Padaria Gran Royalle (Av. Braz Leme 2335  – Sr. Domingos forneceu os lanches) e Supermercado X  (Av.  Ushikichi Kamiya, 2425 – telefone 2995-8610 – Jaçanã/Tremembé – fornecimento de  lanches/água/refrigerantes).

RESULTADOS FINAIS

Duplas mistas 08 a 14 anos

Campeã

Henrique Rasteli de Almeida R. Gomes e Marcela Serrano P. De Magalhães. ( Santana/Tucuruvi )

Vice campeã

Tamile Nayara de A. Xavier e Washington Luiz de Abreu Xavier. ( Casa Verde )

Duplas femininas 08 a 14 anos

Campeã

Amanda Rodrigues Souza e Brenda de Souza Arraes ( Vila Maria )

Vice-campeã

Leticia Borges da Costa e Dandara Kathelle ( Casa Verde )

Duplas 08 a 14 anos masculino

Campeã

Christopher Pedro Evangelista e Reginaldo Claudino da Silva ( Casa Verde )

Vice campeã

 Matheus Felipe dos Santos Marques e Wilson Miguel dos Santos (Jaçanã )

Dupla acima de 22 anos – Feminina

Campeã

Elisa Batista dos Santos e Emanuelle Taynan C. A. Xavier ( Casa Verde )

(*) Obs.: não teve vice.

Duplas masculina acima de 22 anos

Carlos  Mariano Junior e Caio  Mariano   ( Jaçanã )

Vice

Vinicius de Moraes Antonio e Maurício Eberlin Pereira ( Jaçanã )

Duplas mista acima de 22  anos. 

Campeã

Cassiana Costa Isidoro e Wendel Duarte Paiva (Freguesia  do Ó)

Vice campeã

Oséas Galende e  Alessandra Romero Afonso ( Vila Maria.)

Duplas mistas/masculina/feminina de 15 a 21 anos

Campeã

Kleiton dos Santos e  Kelvin André da Silva Fernandes ( Casa Verde )

vice campeã

Jefferson e

Patrick Edson Batista Ribeiro de Morais  ( Casa Verde )

 Veja também:

Vem aí o 1º Torneio de Tacobol das Prefeituras Regionais da Zona Norte

Na Vila Maria, ressurge o “Tacobol de Rua” no 1º Torneio da Zona Norte

Na história do Jaçanã, ressurge o Tacobol – o jogo do passado

Tacobol de Santana: “muitas disputas com pessoal de fibra para chegar às finais”.       

Freguesia do Ó recebeu a última eliminatória do 1º Torneio de Taco de Rua da Zona Norte

Mais fotos dos jogos, bastidores e premiações – clique no link abaixo:

                    www.facebook.com/diariozonanorte

 

Organicos

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora