Nesta 2ª feira (18/09/2017), o  Detran SP  (Departamento Estadual de  Trânsito de São Paulo) passou a adotar um novo sistema de biometria, que recebeu o nome de “dedo vivo”.
A biometria é usada para identificar os candidatos e os profissionais (instrutores, médicos e psicólogos) em aulas e avaliações médicas.

O sistema é capaz de “reconhecer” o dedo humano, evitando assim tentativas de fraude como os dedos de silicone para registrar a chegada e a saída do aluno no sistema e-CNHsp, por meio do qual o órgão faz o rastreamento das etapas do processo de habilitação.

Pane === Vários centros médicos credenciados junto ao  Detran SP e auto escolas, relataram problemas com o novo sistema.   De acordo com o empresário Nelson Ferreira Filho, diretor da Clínica Edu Chaves,  em entrevista ao DiárioZonaNorte,  todos os serviços que dependem da coleta de biometria junto ao Detran estavam  parados desde a implantação do novo sistema.

Nelson Ferreira Filho explicou que “quem estiver tentando realizar qualquer tipo de serviço que dependa  da coleta biométrica não consegue.  Por não conseguirmos colher as digitais, todas as clinicas estão paradas desde ontem, e creio que também outros serviços que dependem da coleta da biometria também foram afetados”.

O empresário esteve no  Detran SP, na região da Avenida do Estado, na manhã desta 3ª feira (19/09/2017), e constatou que  até mesmo os exames teóricos para a primeira habilitação não  estavam sendo realizados.

Funcionários do Detran SP – posto da Avenida do Estado – que pediram para não ser identificados, disseram que a  falha é atribuída à Prodesp – que gerencia o sistema dos computadores.

Segue a íntegra da nota da  Assessoria de Comunicação do Detran SP:

” O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP) informa que gradativamente o atendimento está sendo normalizado em suas unidades e postos Poupatempo. Devido a uma falha no sistema e-CNHsp, utilizado para o registro do processo de habilitação, serviços que dependiam da coleta biométrica ficaram comprometidos.

A Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo (Prodesp), responsável pela operação do e-CNHsp, já orientou médicos, psicólogos e autoescolas a atualizar o sistema em seus computadores. Vale ressaltar que, mesmo sem acesso ao e-CNHsp, as autoescolas podem promover as aulas práticas e teóricas normalmente com posterior pedido de registro no sistema.

O Detran.SP pede desculpas pelo transtorno e orienta os cidadãos que, antes de se dirigirem a uma unidade para realizar serviços de habilitação, contatem o Disque Detran.SP 3322-33333, para municípios com DDD 11; e 0300-101-3333, demais localidades “.


 

 

 

 

Natal 2017 CN

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here