da Redação DiárioZonaNorte ===

Tudo passa tão rápido como na velocidade do intenso movimento de veículos na Rodovia Fernão Dias, junto à divisa da região do  Jaçanã com o município de Guarulhos. Entre as décadas de 80 e 90, ali o local ainda era mais afastado do centro da cidade e dos bairros, com difíceis acessos. Na década de 80, o então  prefeito engenheiro Mário Covas –  inovava ao contratar urbanistas para a formulação de projetos habitacionais para a população de baixa renda, humanizando e  colocando as pessoas como prioridade na questão habitacional. Até então, o urbanismo era considerado pelos governos como um gasto inútil. E assim, surgiram  os conjuntos habitacionais planejados, um deles o Cohab Sonda, construído em sistema de mutirão,  o Promorar e depois o Fernão Dias.

Três décadas após, no mesmo local surge o neto do prefeito que marcou época em São Paulo. O menino que viu o avô nas andanças políticas, agora anda no mesmo compasso e é efetivamente, há uma semana, o prefeito da maior cidade da América Latina com mais de 13 milhões de habitantes.

De novo na Zona Norte === Exatamente uma semana após ter assumido como prefeito de São Paulo, substituindo João Agripino da Costa Doria Júnior – que ficou no cargo 15 meses — , Bruno Covas realizou  sua primeira visita à Zona Norte da cidade. Junto à Avenida Sanatório com a Rua Lamarão, bem próximo do problemático Rio Cabuçu de Cima, entre o Jardim Vila Galvão e Jardim Cabuçu, o novo prefeito pode participar neste sábado (14/04/2018), desde às 7 horas da manhã (bem mais cedo do que os eventos da gestão  João Doria Jr.), de um mutirão de serviços comandado pelo prefeito regional de Jaçanã/Tremembé, Alexandre Baptista Pires. E contou também com a entrega de termos de quitação a mutuários de terrenos e imóveis, que foi comandado pelo presidente da Companhia Metropolitana de Habitação de São Paulo (Cohab-SP), Edson Aparecido dos Santos.

Obras e mais habitação === Com a coordenação do responsável  pelos Projetos e Obras (CPO) da Prefeitura Regional Jaçanã/Tremembé,  Fábio Polillo – e apoio de Lucimara Cordeiro —, durante a semana e  na continuidade dos próximos dias, vários serviços  de zeladoria – como tapa-buracos, consertos em calçadas, capinação, roçagem, limpeza de bueiros/córregos, manutenção na iluminação, sinalização de trânsito, entre outros, que contaram com a participação de 150 funcionários em 32 frentes e apoio da Inova e Ilume. E, no local onde aconteceu o evento, um espaço de mais de 40 mil metros quadrados (o equivalente a mais de quatro campos oficiais de futebol), a Cohab da Prefeitura de São Paulo vai construir 180 apartamentos para população em situação de baixa renda, com o apoio da Caixa Econômica Federal e do governo paulista.

Não muito distante dali, do outro lado da Rodovia Fernão Dias próximo ao Terminal de Cargas – no Jardim Julieta/Parque Novo Mundo  no território da Prefeitura Regional de Vila Maria – está em estudos para o projeto final através Parceria Público Privado – PPP (um acordo de cooperação entre setores públicos com a iniciativa privada para desenvolver  obras e serviços) na  Comunidade do Violão, que vai atender 1.200 famílias (cerca de 4 mil pessoas) em um terreno que pertencia à SP Turis, e vai ter toda a infra-estrutura com Unidade Básica de Saúde (UBS), escola, creche e áreas de cultura e lazer – veja aqui as reportagens do DiárioZonaNorte:   Entidades recebem irregularmente terrenos reservados para famílias da Favela do Violão. Agora, a Cohab busca solução   e  Uma nova etapa para as moradias da Comunidade do Violão no Jardim Julieta

A comitiva do prefeito === Seguindo os passos de seu antecessor, Bruno Covas estava acompanhado de  vários auxiliares, entre secretários e prefeitos regionais, na participação do evento. Mas foi mais rígido ainda quanto ao horário mais cedo, às 7 da manhã, o que levou até às brincadeiras. E junto lá estavam os secretários Júlio Francisco Semeghini (Governo Municipal), Marcos Rodrigues Penido (Prefeituras Regionais), Felipe Tomazelli Sabará (Assistência e Desenvolvimento Social), Jorge Damião de Almeida (Esportes e Lazer), Eloisa de Sousa Arruda (Direitos Humanos e Cidadania), Vitor Levy Castex (Infraestrutura e Obras), Aline Pereira Cardoso de Sá Barabinot (Trabalho e Empreendedorismo), Milton Flávio Lautenschlager  (Relações Sociais)  e João Octaviano Machado (Mobilidade e Transportes).

Ao lado deles e do anfitrião de Alexandre Baptista Pires (Jaçanã/Tremembé), os prefeitos regionais que vieram de longe: Luciana Torrales Ferreira (Perus/Anhanguera), Ivan Renato Lima (Pirituba/Jaraguá/São Domingos), Vitor de Almeida Sampaio (Ipiranga); e o dois mais próximos: Dário José Barreto (Vila Maria/Vila Guilherme/Vila Medeiros) e Rosmary Corrêa (Santana/Tucuruvi/Mandaqui). E fechando a relação de personalidades, os representantes da Câmara Municipal, os vereadores:  Adriana Ramalho (PSDB) , André Santos (PRB ), Roberval Conte Lopes Lima (PP), Gilberto Nascimento Jr. (PSC) e o suplente Beto do Social (PSDB). No meio de uma plateia de cerca de 500 pessoas, empresários, líderes comunitários e conselheiros – e também o Comandante Norte da Guarda Civil Metropolitana (GCM), Inspetor Eugênio, Dra Valéria Rondilelli – Supervisão Técnica de Saúde Jaçanã/Tremembé, Sônia Maria Daniel – presidente do Conseg Jaçanã/Tremembé.

“O prefeito bota a mão na massa” === Ao desembarcar no local, o prefeito Bruno Covas foi recepcionado pelo prefeito regional Alexandre Baptista Pires, que fez um resumo das ações do mutirão. E imediatamente, o prefeito foi conduzido a uma escada de sete degraus, que agora conta com o apoio nas laterais (conhecido como “guarda-corpo” para as pessoas não se desequilibrarem), e oferece melhor acessibilidade para os moradores. A missão do prefeito foi dar os retoques finais na pintura de cal branco. Com alguns respingos brancos na camiseta escura, nas calças jeans e no tênis preto, Bruno Covas foi eficiente no trabalho de pintor – que teve a companhia do prefeito regional Alexandre  Pires e do Secretário de Transportes, João Octaviano. Mais adiante, o prefeito pode conhecer uma calçada diferenciada com traçado tortuoso e rodeado de jardins, que foi chamado de “bosque”. Na sequência, os funcionários da área técnica e sinalização da  Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) deram apoio ao prefeito Bruno Covas para a pintura das faixas de pedestres, na esquina da avenida. Ainda teve mais duas ações: colocação de um novo modelo de lixeira presa a um poste e o plantio de uma das árvores no local.

Um passeio e mais conhecimento === Muita gente acompanhando o prefeito, em abraços, beijos e muitas fotos nos celulares e selfies. Outros aproveitaram o momento para a entrega de bilhetes com reivindicações de zeladoria – e até pedido de emprego — ou até líderes comunitários com outros pedidos mais amplos em setores da saúde e educação, entre eles Nelson Ferreira Filho, com forte atuação na área da saúde.   De tempo em tempo, com alguns passos adiante no meio da aglomeração de gente, o prefeito fez uma visita às tendas para conhecer  as ações sociais com serviços de zeladoria, saúde e até vacinação contra a febre amarela.

Passou pelas tendas e conversou com profissionais  responsáveis pela  Unidade de Vigilância Sanitária/Covisa  – Iara Ferreira,  Sabesp  – Eliana Guarda, e Ideam – Jacira Reis, mais a grande equipe da Cohab-SP, no atendimento aos moradores dos conjuntos residenciais.  Ao fundo, a animação de parte da bateria da Escola de Samba Acadêmicos do Tucuruvi, com passistas e baianas. Só depois deste giro, conseguiu chegar finalmente ao palco do evento junto aos prefeitos regionais, secretários e vereadores.

Os discursos ===  O mestre de cerimônia, André Furkin, deu início no palco com a convocação do prefeito regional, Alexandre Baptista Pires. Com um grande sorriso de satisfação pelo evento, o prefeito regional fez referências aos mais de 60 mutirões que aconteceram todos os finais de semana, desde que assumiu o cargo (em janeiro de 2017), o que “demonstra um grande amor pela região e a preocupação de melhorias a todos os moradores, com maior engajamento do cidadão”.

Não esqueceu do ex-prefeito João Doria Jr. , que possibilitou todo o processo, que segundo ele terá a continuidade com o prefeito Bruno Covas – “que agora entramos em uma nova etapa e vamos trabalhar mais ainda, o triplo!”, finalizando que “neste novos rumos, mais trabalho, trabalho e trabalho”.  Veja a transmissão e ouça os discursos transmitidos “Em Tempo Real” (Ao Vivo) junto ao evento  pelo  DiárioZonaNorte clique aqui.

A vereadora Adriana Ramalho (PSDB) foi convocada a falar representando os colegas da Câmara Municipal, que ali estavam presentes. Firme e objetiva, a vereadora fez elogios ao ex-prefeito e falou do futuro com o novo prefeito Bruno Covas. E, já no ambiente de eleições,  afirmou que o momento agora é de reflexões para deixar de lado os ”maus políticos” e pensar em trabalho para a população. Apontando para o prefeito Bruno Covas, secretários e vereados no palco finalizou dizendo que ali estava um “quadro da boa política”.

Mais casas para quem precisa === Em seguida, o presidente da Cohab-SP, Edson Aparecido dos Santos, um velho conhecido dos microfones da longa vida política, fez referências ao “grande administrador da cidade”, Mário Covas  (1930/2001), que governou de 1983 a 1985, e teve a preocupação de moradias para a população. Citou que próximo dali tem um conjunto de 248 casas regularizadas do ProMorar, daquela época de Covas. Agora, no local do evento  serão construídos 180 apartamentos, e na região a dois quilômetros terá o espaço para 1.200 famílias da Comunidade do Violão. E acrescentou que agora a prefeitura tem “sangue novo” de gente que quer trabalhar pela cidade e que ” nas veias de Bruno Covas corre o sangue de Mário Covas, o maior homem público”.

Entrega de títulos de moradias === Emendando no fechamento do discurso, Edson Aparecido convocou o prefeito Mário Covas para a entrega de títulos de regularização fundiária a duas  famílias de moradores do Conjunto Habitacional Fernão Dias – que aguardavam pelo documento há cerca de 20 anos. ”Agora é seu e ninguém tira!”, falou em bom som o presidente da Cohab ao morador que recebia o documento das mãos do prefeito. A entrega no palco foi simbólico para representar no total 68 termos de quitação da casa própria do  mesmo conjunto habitacional e a renegociação de 22 contratos para mutuários do conjunto Sonda II, previamente convocados e que foram atendidos na tenda da Cohab, durante o evento. Com o termo de quitação, os mutuários poderão providenciar a escritura do imóvel. Em 2017, os programas Agita Cohab e Cohab na Área percorreram bairros de 15 Prefeituras Regionais.

Bruno Covas discursa === De jeito sereno,  muito tempo só na observação – mas em outros momentos, um brincalhão tirando risadas de suas companhias –, o novo prefeito de São Paulo, Bruno Covas, mostra em uma semana no cargo o que sabe de conhecimento em sua vida pública e o que pretende, definindo rotas com convicção. Não deixou elogios ao ex-prefeito João Doria Jr., mas norteou sua bússola para o 33 meses que tem pela frente no governo municipal. Demonstrou firmeza e pediu a colaboração de todos.

E, no final, foi muito firme ao se posicionar junto a um grupo de moradores da região, que é contrário à utilização do terreno para construção de mais moradias: “Eu também sou favorável a ter mais áreas de lazer e esportes, mas devemos pensar nas condições de vida de pessoas que não tem onde morar e ficam em lugares sem condições. Vamos melhorar, em primeiro lugar, as vidas daquelas pessoas que mais precisam.Conto com vocês!”, argumentou de um modo simples e direto. Depois de duas horas no evento e mais alguns momentos junto aos moradores e admiradores, Bruno Covas subiu no carro oficial e partiu para outro compromisso.

Outro compromisso ===   O prefeito Bruno Covas e parte da comitiva de secretários e vereadores seguiram para o segundo e último compromisso da agenda do sábado (14/04/2018). Às 09h20 estava marcada a visita às obras de contenção de encosta na Vila Maria – que fica na Rua Ciro,  bem atrás e abaixo do prédio da Prefeitura Regional Vila Maria/Vila Guilherme/Vila Medeiros. Sem grande público e sem discursos, ficou no local cerca de 40 minutos, recepcionado pelo prefeito regional Dário José Barreto. As intervenções foram realizadas em uma área de 2.650 metros quadrados com a construção do muro de gabião, instalação de gradil, reparos nas passagens de esgoto (em parceria com Sabesp), drenagem, entre outras ações. Veja reportagens do DiárioZonaNorte sobre a encosta: Obras da encosta na Vila Maria ocasiona sumiço da quadra da Portuguesinha,   Obras de Contenção da Encosta alivia preocupação dos moradores na Vila Maria Alta,   Prefeitura Regional  de Vila Maria ignora e não tem diálogo com o Conselho ParticipativoUma nova etapa para as moradias da Comunidade do Violão no Jardim Julieta Passando a limpo o orçamento no CPM da região da Vila Maria/Vila Guilherme/Vila Medeiros

Veja a cobertura fotográfica completa, na fanpage do DiárioZonaNorte – aqui

sicredi_institucional

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora