por Aguinaldo Gabarrão (*)

Concebido pelos atores Domingos Montagner e Fernando Sampaio, estreia nesta 5ª feira (30/03/2017), no Teatro SESI-SP, o belíssimo espetáculo Pagliacci (Palhaços). Pude conferir na pré-estreia a força do texto escrito e adaptado por Luiz Alberto de Abreu, a partir da obra homônima de Ruggero Leoncavallo (1857-1919).

Um velho bufão narra ao público as peripécias de Canio, chefe de uma trupe de palhaços, que ambiciona fugir dos velhos modelos circenses e criar um espetáculo melodramático que lhe traga reconhecimento e dinheiro.

A direção é de Chico Pelúcio, que contou com o apoio do diretor assistente Fabio Caniatto na difícil tarefa de equilibrar na corda bamba as doses certeiras de emoção, riso, melodrama, números circenses e gags típicas do bom e velho circo.

Os atores Alexandre Roit, Carla Candiotto, Fernando Paz, Filipe Bregantim e Keila Bueno fizeram o que se espera de quem domina o métier: deram passagem para que suas personagens expressassem seus sentimentos mais íntimos e se agigantaram em cena como intérpretes. Por sua vez, o ator Fernando Sampaio capitaneou a trupe, protagonizando momentos mágicos que trouxeram à memória os grandes mestres palhaços que o Brasil e o mundo conheceram, como Chaplin, Carequinha, Buster Keaton, Arrelia, Max Linder, Torresmo e tantos e tantos intérpretes da arte maior do circo e da pantomima.

A iluminação de Wagner Freire, precisa e poética, associada às luzes de ribalta e aos belos telões operísticos de Fernando Monteiro de Barros, toca delicadamente a cena, elevando-a ao clima permanentemente lúdico e de sonho, a matéria de todo artista. Os figurinos de Inês Sacay, belos em sua simplicidade, estavam em sintonia com cada persona. Importante destacar também a cenografia funcional de Marcio Medina e Maristela Tetzlaf, que, além de resgatar o ambiente típico do circo, permitiu aos atores muitas possibilidades de criação e mobilidade. Todo o conjunto completa a moldura cênica construída por uma equipe afinada em cada função recebida nesta grande montagem, que comemora os vinte anos da Cia LaMínima.

Com Pagliacci, o Teatro do SESI-SP ganha a leveza da grande lona circense e acolhe a todos que ainda acreditam que “… o clown é como um bálsamo para a alma.”

SERVIÇO:

Pagliacci –  Comédia, Adulto, 80 min.

Centro Cultural FIESP / Teatro SESI-SP

Av. Paulista, 1313 – São Paulo – SP (Em frente à estação Trianon-Masp do Metrô).

Temporada de 30 de março a 2 de julho de 2017

5ª feira a sábado, 20h e domingo, 19h

ENTRADA GRATUITA

(*) AGUINALDO GABARRÃO –  ator e dramaturgo. Iniciou em 1989 sua trajetória no teatro com o espetáculo “Halloween, o dia das bruxas”, do dramaturgo Nery Gomide. Trabalhou com diretores de diferentes estilos e gerações: Jayme Compri, Hamilton Saraiva, Fabio Caniatto e Antônio Abujamra entre outros. Atua também em treinamento corporativo, usando o teatro como ferramenta didática em sala de aula. Das peças que escreveu, atualmente está em cartaz com “Cândido, uma Poética Espiritual”.

Já Para o Lar Center

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora