por Aguinaldo Gabarrão (*)

Concebido pelos atores Domingos Montagner e Fernando Sampaio, estreia nesta 5ª feira (30/03/2017), no Teatro SESI-SP, o belíssimo espetáculo Pagliacci (Palhaços). Pude conferir na pré-estreia a força do texto escrito e adaptado por Luiz Alberto de Abreu, a partir da obra homônima de Ruggero Leoncavallo (1857-1919).

Um velho bufão narra ao público as peripécias de Canio, chefe de uma trupe de palhaços, que ambiciona fugir dos velhos modelos circenses e criar um espetáculo melodramático que lhe traga reconhecimento e dinheiro.

A direção é de Chico Pelúcio, que contou com o apoio do diretor assistente Fabio Caniatto na difícil tarefa de equilibrar na corda bamba as doses certeiras de emoção, riso, melodrama, números circenses e gags típicas do bom e velho circo.

Os atores Alexandre Roit, Carla Candiotto, Fernando Paz, Filipe Bregantim e Keila Bueno fizeram o que se espera de quem domina o métier: deram passagem para que suas personagens expressassem seus sentimentos mais íntimos e se agigantaram em cena como intérpretes. Por sua vez, o ator Fernando Sampaio capitaneou a trupe, protagonizando momentos mágicos que trouxeram à memória os grandes mestres palhaços que o Brasil e o mundo conheceram, como Chaplin, Carequinha, Buster Keaton, Arrelia, Max Linder, Torresmo e tantos e tantos intérpretes da arte maior do circo e da pantomima.

A iluminação de Wagner Freire, precisa e poética, associada às luzes de ribalta e aos belos telões operísticos de Fernando Monteiro de Barros, toca delicadamente a cena, elevando-a ao clima permanentemente lúdico e de sonho, a matéria de todo artista. Os figurinos de Inês Sacay, belos em sua simplicidade, estavam em sintonia com cada persona. Importante destacar também a cenografia funcional de Marcio Medina e Maristela Tetzlaf, que, além de resgatar o ambiente típico do circo, permitiu aos atores muitas possibilidades de criação e mobilidade. Todo o conjunto completa a moldura cênica construída por uma equipe afinada em cada função recebida nesta grande montagem, que comemora os vinte anos da Cia LaMínima.

Com Pagliacci, o Teatro do SESI-SP ganha a leveza da grande lona circense e acolhe a todos que ainda acreditam que “… o clown é como um bálsamo para a alma.”

SERVIÇO:

Pagliacci –  Comédia, Adulto, 80 min.

Centro Cultural FIESP / Teatro SESI-SP

Av. Paulista, 1313 – São Paulo – SP (Em frente à estação Trianon-Masp do Metrô).

Temporada de 30 de março a 2 de julho de 2017

5ª feira a sábado, 20h e domingo, 19h

ENTRADA GRATUITA

(*) AGUINALDO GABARRÃO –  ator e dramaturgo. Iniciou em 1989 sua trajetória no teatro com o espetáculo “Halloween, o dia das bruxas”, do dramaturgo Nery Gomide. Trabalhou com diretores de diferentes estilos e gerações: Jayme Compri, Hamilton Saraiva, Fabio Caniatto e Antônio Abujamra entre outros. Atua também em treinamento corporativo, usando o teatro como ferramenta didática em sala de aula. Das peças que escreveu, atualmente está em cartaz com “Cândido, uma Poética Espiritual”.

aniversario bergamini

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here