O nome Pirituba tem origem no Tupi Guarani e significa “vegetação de brejo” . A região, que abrange os distritos de Pirituba, Jaraguá e São Domingos, teve sua origem no século XIX e deve-se à existência de grandes fazendas de café.

Das fazendas da região, três se destacavam Fazenda Pereira Barreto (do médico Luiz Pereira Barreto), Fazenda Tobias de Aguiar (do Brigadeiro Tobias de Aguiar e de sua esposa Domitília de Castro Canto e Melo – a Marquesa de Santos), e a Fazenda Jaguará (que teve parte de sua área transformada no Parque Estadual do Jaraguá). Na época, para dar vazão ao café que tinha como destino o Porto de Santos, foi construida uma estação de trem.

A    primeira indústria instalada no local data de 1898, a Indústria de Cola Paulista. No ano de 1917, os descendentes de Tobias de Aguiar e da Marquesa de Santos venderam parte da fazenda à Companhia Armour do Brasil. que utilizou a área para a criação de gado de corte.

A construção da indústria trouxe os primeiros trabalhadores e com eles, o surgimento do surgimento do primeiro loteamento do bairro de Pirituba, a Vila Cachoeira. A outra parte da fazenda Tobias de Aguiar foi adquirida pela própria São Paulo Railway que, em 1935, a dividiu parcialmente em alguns lotes que deram origema a Vila Comercial.

Em 1922, surge a Vila Pereira Barreto, de um loteamento de parte da fazenda do mesmo nome. Quatro anos depois, surge a Vila Barreto, originária do loteamento de uma segunda parte da fazenda. Os dois bairros se juntaram ao povoado que se desenvolveu no entorno da estação de trem, formando o principal núcleo de desenvolvimento do bairro.

Da fazenda Anastácio formaram-se os bairros de Parque São Domingos, City América, Vila Fiat Lux.

Atraidas pela ferrovia e pela estrada que ligava São Paulo à Campinas, outras empresas se instalaram na região: Lanifício Pirituba (inglês – 1927), Cia Anglo Brasileira de Industria de Borracha (1929), Gessy-Lever (holandesa – 1929) e Refinações de Milho, Brasil (1930), Indústrias de Papel Rio Verde (1949) e Pianufatura Paulista (1953). Aos ingleses que trabalhavam na São Paulo Railway, se juntaram muitos outros trabalhadores estrangeiros.

132 ANOS E MUITOS DESAFIOS

De lá para cá, se passaram 132 anos e Pirituba continua com enormes desafios. Cabe ao prefeito regional Ivan Lima, de Pirituba/Jaraguá promover o desenvolvimento da região, que ocupa uma área de 31,84 km² , maior do que muitos municípios brasileiros.

Seus  maiores desafios são cuidar da zeladoria do território de forma eficiente (o que acaba refletindo diretamente na melhora da segurança pública), aproximar a população do governo local, promover o desenvolvimento economico da região apoiando e desenvolvendo iniciativas que gerem trabalho e renda e levar efetivamente as políticas públicas para a região.

“Nasci e cresci em Pirituba. Conheço os muitos problemas da região. Os próximos quatro anos serão de muito trabalho e pretendo mostrar resultados efetivos para a população”, afirma o prefeito regional que todas as terças-feiras atende pessoalmente a população, em uma sala na Praça de Atendimento da Prefeitura.   “Pretendo que Pirituba se torne um bairro melhor”. Ele lembrou que sua adminstração está em sintonia com  os cinco princípios que devem nortear gestão do Prefeito João Dória (PSDB): descentralização, participação, eficiência e transparência.

Ivan Lima, nasceu em Pirituba e é engenheiro com pós-graduação em administração de empresas, professor universitário e consultor na ára de logística. Trabalhou como engenheiro na Secretaria de Coordenação das Subprefeituras e da Empresa Metropolitana de Águas e Energia – EMAE. Em 2016 ocupou a presidência da Escola de Samba Prova de Fogo de Pirituba

aniversario bergamini

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here