São Paulo  não é  só concreto,  aço  e  poluição.    Esqueça aquela impressão de que, olhando para o horizonte, a gente só vê prédios, telhados, carros  e gente.    Aos poucos os espaços vazios, de grandes cidades como São Paulo estão se transformando. Adoráveis hortas invadem telhados de condomínios, prédios comerciais, varandas de apartamentos , pequenos quintais e áreas públicas.

Áreas que não tinham destinação especifica, podem ser aproveitadas  para criar espaços produtivos, com  verduras e legumes de alta qualidade.   É muito simples. Porém, quando aprendemos a técnica correta, é melhor ainda. Qualquer cantinho é possível produzir alimentos.  São Paulo está germinando.

O Centro de Referência em Segurança Alimentar e Nutricional (CRESAN) na Vila Maria, equipamento da Secretaria Municipal de Trabalho e Empreendedorismo (SMTE), promove o curso extensivo em Hortas Urbanas.   O curso será ministrado pelo grupo Sinfonia de Cães e será divido em três encontros:  27 de abril, 25 de maio e 29 de junho, sempre das 13  às 17 horas.

O curso tem como proposta desenvolver atividades técnicas e práticas de Horticultura e Jardinagem Funcional, desde a identificação de solos até a aplicação de plantas em ambientes específicos, como agentes de redução de impactos aos poluentes. Além disso, as oficinas também têm como objetivos incentivar a pesquisa cultural local e ampliar a socialização e a troca de idéias e de conhecimentos.

E a SMTE foi mais além.  Antes da atividade propriamente dita, envolvendo hortas urbanas, o  Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – SEBRAE SP vai ministrar a palestra “Ganhe Mercado” com a instrutora Adriana Barbosa, com dicas preciosas sobre o mercado de produtos orgânicos.

“Pensar em hortas urbanas  gera uma reflexão de pensar no alimento saudável, de pensar no agrotóxico do alimento, de pensar no uso do espaço público e na geração de emprego e renda.  A orientação do secretário Eliseu Gabriel,  titular da Secretaria Municipal de Trabalho e Empreendedorismo, é fechar um ciclo na realização de  nossas atividades, que devem privilegiar não só o saber mas também a geração de renda”, lembra a coordenadora de projetos do CRESAN, Lucélia Loiola.

Em todos os três encontros, haverá um coffe-break para os participantes e ao final do curso  todos receberão um certificado de participação.

Confira o cronograma:

Local: Cresan Vila Maria (Banco de Alimentos) – Rua  Gastão Madeira, 264 e Rua Sobral Júnior, 264 – Vila Maria Alta – Informações: 2967.0755

27 de abril – 13h

Solo (Composição) e Adubação (Compostagem)

25 de maio – 13h

Plantio (Consorciação e rotação), Manejo (Tratos culturais) e Pragas e doenças (Caldas)

29 de junho  – 13h

Comedoria (Grãos germinados, sucos funcionais e PANCS – Plantas alimentícias não convencionais)

 

aniversario bergamini

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here