Materiais de primeira linha usados para tratamento de doenças cardiovasculares serão doados à Prefeitura de São Paulo mensalmente pela multinacional alemã BIOTRONIK. As doações não acarretarão custos ao governo municipal e tem valor estimado entre R$ 3 milhões a R$ 4 milhões ao ano por até quatro anos ou enquanto for de interesse das partes, o que representa até R$ 16 milhões em doações. O objetivo da BIOTRONIK com a doação é garantir mais economia para a cidade, já que o município não terá que comprar estes equipamentos.

“Estes equipamentos são essenciais, pois garantem a vida. Tenho muitos amigos que tiveram que fazer esta cirurgia e hoje vivem regularmente, com saúde, graças aos stents e cateteres que os ajudam a ter uma vida saudável. ”, disse o prefeito João Doria.

Entre os produtos estão: stents (tubos expansíveis e em forma de malha usados para manter uma artéria coronariana aberta e garantir o fluxo sanguíneo); stents farmacológicos (revestidos de medicamentos que servem para desentupir as artérias); cateteres (utilizados no diagnóstico das patologias e no tratamento das obstruções coronárias e vasculares) e, eventualmente, qualquer outro equipamento da BIOTRONIK.

É importante ressaltar que os produtos doados possuem prazo de validade de até três meses e que estão em plena condição de uso seguro. Dentro da rede pública, a estimativa é que esses materiais poderão ser utilizados rapidamente, em cerca de 15 dias.

“As doenças cardiovasculares estão entre as principais causas de morte no mundo, de acordo com a Organização Mundial de Saúde. O uso de stents pode funcionar como uma proteção contra ataques cardíacos. E é um material que pode ser aplicado até o último dia de validade. Nosso objetivo é justamente o de fazer essa prevenção e, assim, salvar muitas vidas”, afirma o secretário municipal da Saúde, Wilson Pollara.

Os materiais serão entregues mensalmente pela empresa no Hospital do Servidor Público Municipal e utilizados no hospital e em instituições públicas que prestam atendimento aos munícipes de São Paulo. A doação permitirá também que os médicos residentes tenham acesso à mais moderna tecnologia para o tratamento de doenças cardiovasculares.

A proposta de doação foi apresentada pela empresa ao secretário Especial de Relações Governamentais, Milton Flávio. “A doação de stents traz mais de um benefício para a Prefeitura de São Paulo. São equipamentos caros, de última geração, que podem salvar vidas. Além disso, será importante não só para atendimento médico, mas para a formação dos nossos médicos residentes, que, neste momento, pela falta de equipamentos modernos como esses, deixam de praticar e aplicar procedimentos que no mundo inteiro são utilizados”, afirma o secretário.

Para Roberto Alvarenga, Gerente Geral da BIOTRONIK América Latina, a iniciativa corrobora com a maior premissa da empresa, que é a de salvar vidas. “Está no nosso DNA buscar as mais modernas e eficientes soluções na prevenção e tratamento de doenças cardiovasculares. Encontramos na atual gestão uma excelente oportunidade para fazer essa contribuição de forma ética e transparente, de acordo com nossas regras de compliance”, declara o executivo.

O prefeito ressalta a importância para a capital de parcerias com as empresas e se coloca à disposição de outros representantes da iniciativa privada que desejarem contribuir com a cidade.

BIOTRONIK ===  A companhia fundada em 1963, em Berlim, está presente em mais de 100 países. A BIOTRONIK é a empresa líder mundial no desenvolvimento, fabricação e venda de dispositivos médicos cardiovasculares. As tecnologias BIOTRONIK são destinadas ao gerenciamento de ritmo cardíaco, eletrofisiologia e intervenção vascular de maneira a propiciar uma vida mais longa e com mais qualidade a pacientes com doenças cardíacas e cardiovasculares.

A empresa atua no Brasil há mais de 30 anos, mas há mais de cinco décadas investe na pesquisa e no desenvolvimento de novas terapias na área de cardiologia. São marcapassos, stents, Cardioversores Desfibriladores Implantáveis (CDIs) e serviços de monitorização remota que têm a premissa de detectar precocemente arritmias e atuais.

Seguindo a prioridade de garantir segurança e bem-estar ao paciente, a empresa oferece produtos e serviços altamente confiáveis e em conformidade com os mais altos padrões de qualidade da indústria mundial. Para se certificar de que seus produtos sejam totalmente seguros aos pacientes, todos os componentes empregados nas soluções BIOTRONIK são produzidos internamente. Dessa forma, a marca está impressa em todo o processo: desde as pesquisas e desenvolvimento até o acompanhamento remoto de pacientes.

Aproximadamente cinco milhões de corações de pacientes pelo mundo receberam implantes BIOTRONIK, desenhados para salvar e melhorar a qualidade de suas vidas. Desde o desenvolvimento do primeiro marcapasso, em 1963, a BIOTRONIK lançou vários produtos inovadores no mercado – incluindo o monitoramento remoto Home Monitoring® em 2000 e o primeiro cadioversor desfibrilador ressincronizador implantável para insuficiência cardíaca com tecnologia ProMRI®, aprovada para ressonância magnética em 2012. << Com o apoio nas informações/fonte: Secretaria Especial de Comunicação – Secom/PMSP >>

Natal 2017 CN

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here