Deveria ser um dia atípico. No ar, as ameaças de uma greve geral que pararia uma metrópole como São Paulo, nos seus mais de 13 milhões de pessoas com os seus inúmeros problemas do dia a dia. Era 6ª. feira (28/04/2017), logo pela manhã dos madrugadores. E nada aconteceu como se esperava.

UM MUNDO NOVO === “Meu Deus! Olha como está a Avenida  Paulista! Há quanto tempo não venho por aqui, desde o ano passado. Aqui cheio de prédios e lá cuido de córregos, bueiros… ”, esse o principal comentário do prefeito regional de Jaçanã/Tremembé, Alexandre Baptista Pires, ao sair da garagem do subsolo do prédio da Fundação Cásper Líbero e galgar a calçada. Desde o final do ano passado, ele e os demais integrantes da equipe do novo prefeito trabalham duro, até 15 horas por dia, sem contar sábados, domingos e feriados. “Não sobra muito tempo nem para a família e a curtição da minha filhinha de três anos”, comenta ele.

O ritmo da cidade parecia o mesmo de tantos outros dias. O movimento frenético dos carros e a movimentação das pessoas apressadas, mesmo sem metrô e grande parte dos coletivos. Ainda a ansiedade de se chegar ao trabalho e aos compromissos de muita gente, com as ameaças no ar e, principalmente, naquela avenida que atrai manifestações por ser uma vitrine aberta e conhecida.

OS CAMINHOS LIVRES == E saindo do Jaçanã, não houve dificuldades para chegar até lá, sem muitos caminhos alternativos.  Muito pelo contrário, o trânsito estava mais leve e solto. Uma previsão de duas horas, em dias normais, acabou sendo reduzido pela metade. E até deu tempo de dar algumas passadas pela Avenida Paulista e  tomar um café, sossegadamente – apesar de ser no McDonald´s, que era o mais perto. O combinado estava de pé, dentro de compromisso da agenda, ao lado do Assessor de Comunicação, Alarico Rezende Costa Jr., fiel seguidor dos passos das maratonas do prefeito regional.

O INÍCIO DO PROGRAMA == O programa “Metrópole em Foco” da Rádio Trianon (740-AM – link:   http://tunein.com/radio/R%C3%A1dio-Trianon-740-s129682/ ), nos estúdios do mezzanino do prédio da Tv Gazeta, só começaria às 10 horas. E meia hora antes, Alexandre já estava na sala de espera, sendo recebido pelo jornalista e apresentador Pedro Nastri e o também  jornalista e produtor Duda Jr.

Pontualmente, às 10h, a vinheta de apresentação entra no ar, com a música  “São Paulo, São Paulo”, do Premeditando o Breque. “ É sempre lindo andar na cidade de São Paulo.  O clima engana, a vida é grana em São Paulo…”, onde cita 26 nomes de bairros e lamentavelmente foi esquecido  o do Jaçanã (e nem de seu complemento, o Tremembé), mas que não deixou de ser imortalizado pelo Adoniran Barbosa.

AS BOAS VINDAS == O  “Metrópole em Foco” – foi concebido para  discutir a cidade que queremos, seus problemas e soluções”.  O apresentador Nastri anuncia que recebe o prefeito regional de Jaçanã/Tremembé. “ Publicitário, pós graduado em Gestão Pública, especialização em marketing político”, em poucas palavras – talvez o mais sintético perfil de todos os demais 31 prefeitos regionais que foram (e estão sendo) sabatinados pelo programa, desde março.

Na brincadeira, Nastri diz “acho que hoje vamos ter um recorde de audiência porque está todo mundo em casa” – referindo-se à greve geral. Depois de um histórico sobre o Jaçanã, Nastri pede a confirmação dos habitantes da região, que é corrigido pelo prefeito regional em “400 mil habitantes” – sempre há uma defasagem pela atualização dos números e sempre corrigido pelos prefeitos regionais. “Vou vender os números para o IBGE!”, brincou o apresentador. E Alexandre Pires explicou que houve um grande  crescimento  desordenado na região e faltaram políticas públicas.

MAIS PARTICIPAÇÃO POPULAR == Abrindo a conversa para os problemas da região, Alexandre explica que a maior demanda da prefeitura regional é a zeladoria geral (corte de mato, pode de árvores, tapa-buracos, limpeza de bueiros e etc), que precisa de uma resposta rápida e usando a criatividade, mesmo com poucos recursos e “não olhando para o que foi deixado pelo passado”. Ele lembra que o importante é atender os munícipes e que, com isto, o trabalho é intenso até nos finais de semana e feriados –“não tenho parado desde que assumi em janeiro, mas gosto disto!”, complementou. Mas lembra que nestes finais de semana tem a versão do “Cidade Linda”, que agora passará a se chamar “Bairro Lindo” (leia reportagem: http://bit.ly/2pUSj3E ) levando para a periferia as ações do governo com a participação efetiva dos moradores.  “Tem muito por fazer, mas queremos dar resposta com muito trabalho”, alinhavou os comentários.

MUDANDO OS PONTOS VICIADOS == Na questão recorrente em todos os bairros da cidade, o Jaçanã/Tremembé não podia ser diferente – ainda mais que não tem um local apropriado para o Ecoponto –, que são os “pontos viciados”, com o descarte irregular de lixo e “bagulho”. E para contornar essa situação, a prefeitura regional está criando o “Ecoponto Móvel”, em parceria com a Inova, que disponibilizará veículos para o recolhimento do material em endereços rotativos, ficando no local a semana inteira. Haverá um canal de comunicação para informar os moradores e também dará informações sobre o “Cata-Bagulho”, que continuará com seus roteiros programados nos finais de semana. “É muito importante não só acabar com os pontos viciados, mas ocupar os espaços”, e aí o prefeito regional dá uma outra boa notícia com a criatividade para resolver os problemas. Depois da limpeza dos locais, o espaço fica disponibilizado para a jardinagem. Reaproveitando material descartado, o local passa a ter pneus usados onde é colocada terra fértil com plantas e flores. Já tem dois espaços inaugurados com as guias pintadas de branco, removida as pichações, colocação de cerca e, mais adiante, bancos de jardim com melhoria na iluminação. “Fica muito bonito, agradável, e os moradores participam. É uma integração”, finalizou. E foi citado o prefeito regional do Ipiranga, Amândio Martins, que está tendo uma fiscalização mais efetiva, nos pontos viciados, com apoio da Guarda Civil Metropolitana-GCM Ambiental e prendendo os responsáveis “por crime ambiental”. Essas ações serão utilizadas pelas 32 prefeituras regionais.

MAIS COMUNICAÇÃO E MARKETING == O prefeito regional de Jaçanã/Tremembé falou da importância da Imprensa regional para ser um canal aberto na divulgação das ações. E disse que também que a prefeitura regional tem agora um elo de gerenciamento direto de assuntos e demandas com outros órgãos e setores, além de uma linha aberta com os secretários municipais. Isto acaba puxando mais a população participativa na região. É lembrando também da comunicação com os moradores mais distantes, que dependem de tempo e transporte para chegar à prefeitura regional. E a sugestão é levar a prefeitura itinerante aos moradores distantes, uma vez por mês. E com o patrocínio do Hipermercados Bergamini, a prefeitura regional criou um adesivo “Eu Amo o Jaçanã”, que é uma maneira do resgate da memória da região. E Alexandre lembra da importância da valorização do local e a satisfação do morador.

Segundo ele, a principal praça do Jaçanã – a Dr. João Batista Vasquez – será valorizada com a memória do bairro, onde haverá os símbolos locais,  como Adoniran Barbosa (por sinal está em frente ao Museu do Jaçanã), do trenzinho e até do pássaro Jaçanã, que dá o nome à região e é desconhecido pela maioria das pessoas. Tornar o lugar um centro de turismo, cultura e lazer, com feiras de artesanato, food trucks e shows. Por outro lado, a prefeitura regional busca parcerias com o Centro de Atendimento ao Trabalhador-CAT para gerar empregos na região ou receber do Sebrae suporte para o empreendedorismo. “Por isso, limpando, zelando, cuidando da região”, finaliza.

AÇÕES  NA VILA ALBERTINA == Na semana anterior,  o vice-prefeito Bruno Covas como prefeito interino (João Doria estava em descanso em Campos de Jordão, depois de uma maratona internacional e encontro de empresários em Foz de Iguaçú) esteve comandando o “Mutirão Mário Covas-Calçada Nova” na Vila Albertina (veja reportagem:  http://bit.ly/2pfLdFU  ) .  Foram refeitos 90 metros de calçadas no local e maior acessibilidade junto a uma Unidade Básica de Saúde-UBS e o transporte da área. E Alexandre falou da importância de buscar acessibilidade na periferia. Depois, comentou-se sobre o programa de “Adoção de Praças” por empresas e Alexandre revelou que já tem três praças em andamento para adoções.  Ele voltou a enfatizar a ação que aconteceu em uma esquina da Rua Mário Lago,  próximo ao Centro Educacional Unificado-CEU Jaçanã, que foi revitalizado no lugar do ponto viciado. E quanto aos serviços como  prefeitura itinerante, chegando aos pontos mais distantes, houve ações nas divisas de Mairiporã (em plena Serra da Cantareira), com Guarulhos e nas divisas das prefeituras regionais da Vila Maria e de Santana. “Estamos dando atenção aos moradores mais afastados porque essas ações de finais de semana já funcionam como itinerantes. E os serviços são realizados com a presença do prefeito regional”, acrescentou.

OUVINTES PARTICIPAM === Os ouvintes do Jaçanã e Tremembé ligados no programa, mandam mensagens. Um deles é  Alex Marchioratto, coordenador do Conselho Participativo Municipal (CPM-J/T), que é elogiado pelo prefeito regional. E, segundo Alexandre, demonstra o entrosamento e sintonia com o CPM J/T e com os moradores para resolução dos problemas da região.

Quanto a uma questão levantada pela Dra. Jacyra Reis, presidente da Instituto de Defesa e Apoio à Mulher ligada à Rede Social Jaçanã/Tremembé, mandou mensagem sobre o encaminhamento de uma Casa de Mulheres Vítimas de Violência, na região, que ela fez recentemente a proposta na audiência pública do Plano de Metas. O prefeito regional considera importante a participação popular, que é fundamental para a construção de políticas públicas – “e nós estamos também fazendo este papel”.

Apesar de achar importante a inclusão no Plano de Metas, o prefeito regional pode somente encaminhar o assunto para as secretarias. Na audiência pública, falou-se também do Hospital São Luiz Gonzada e das UBS. O prefeito regional disse estar em conversas com o Coordenador Regional de Saúde, o Dr. José Mauro Corrêa, e que o assunto está sendo avaliado junto ao Secretário Wilson Pollara. Há inclusive ideias para desenvolver uma área cultural e de visitação do local, incluindo o Hospital Geriátrico D.Pedro II (Asilo do Jaçanã), que foram tombados.

EM BUSCA DE OPORTUNIDADES == Quase no encerramento do programa, debateu-se a questão da falta de oportunidade de empregos aos jovens. Foi lembrando que o país atravessa uma crise e está agora com 14 milhões de desempregados. O prefeito regional de Jaçanã/Tremembé lembrou das oportunidades na região, que encaminhou através do Centro de Apoio ao Trabalhador (CAT), uma empresa que disponibilizou empregos em 20% do seu RH e que conversa com o gerente do Santana Parque Shopping, que vai disponibilizar vagas. Ele disse que faz articulações locais para ajudar no que pode. E, no final, Alexandre diz que o prefeito João Dória e o vice-prefeito e Secretário das Prefeituras Regionais, Bruno Covas, tiveram a felicidade de acertar nas escolhas dos nomes  porque os escolhidos são “filhos da região”, como pessoas que conhecem o local, que sabem lidar com a população e o resultado é compartilhado em boa gestão pública. “E tudo que eu tinha vontade antes, hoje coloco em prática. O que me deixa muito feliz”, desabafou o prefeito regional Alexandre Pires.

DE VOLTA À AV. PAULISTA == O programa foi chegando ao fim, e tanto o apresentador Pedro Nastri quanto o prefeito regional, querem mais e continuam falando. Ficou combinado que haverá um segundo programa com Alexandre Baptista Pires, que deverá focar assuntos em outros áreas como Cultura, Lazer, Esportes e 3ª Idade, entre outros, que ficaram de fora. Uma conversa descontraída, animada e que teve uma repercussão muito grande. Depois de uma hora no estúdio, o prefeito regional Alexandre Baptista Pires termina sua participação e retorna às calçadas da Av. Paulista, por pouco tempo, rertornando aos seus domínios do Jaçanã/Tremembé.

Ouça a íntegra do programa – clique no link:

https://youtu.be/x1EJTmiRwdE

Parceria Metrópole em Foco e DiárioZonaNorte ==  O programa vai ao ar de 2ª a 6ª feira, na Rádio Trianon 740-AM, no horário de 10 às 11 horas. Os estúdios encontram-se no primeiro andar do prédio da Fundação Cásper Libero, na Avenida Paulista, 900. Os ouvintes podem participar com perguntas através do WhatsApp: 9-7310.2485 ou e-mail: metrópole.trianon@gmail.com . É importante a participação da população dos bairros e dos veículos da Imprensa regional. E o DiárioZonaNorte é parceiro do programa Metrópole em Foco, com a divulgação e coberturas jornalísticas especiais.

Leia também as entrevistas de outros prefeitos regionais:

(*) Dário J. Barreto – prefeito regional V. Maria/V.Guilherme/V.Medeiros:

http://bit.ly/2p2LNCU                  (15/03/2017)

(*) Ivan Lima – prefeito regional Pirituba/Jaraguá

http://bit.ly/2p5YFZL                    (03/04/2017)

(*) Rosmary Corrêa-Delega Rose – pref.reg.Santana/Tucuruvi/Mandaqui

http://bit.ly/2oddFVi

——————

 

 

 

aniversario bergamini

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here