O Shopping Center Norte foi escolhido para receber a primeira unidade do restaurante  Olive Garden  em  um shopping no Brasil.  O restaurante queridinho dos brasileiros que frequentam os Estados Unidos e especializado em culinária italiana, iniciou sua operação na Zona Norte de São Paulo no último dia 09 de março.  É o segundo restaurante da rede no Brasil. O primeiro foi inaugurado em 2013 – no Terminal 3 do Aeroporto Internacional de Guarulhos.

O início do Oliver Garden === Inaugurado em  1982 nos Estados Unidos,  a marca possui mais de 800 restaurantes em diversos países, sendo a maior rede de casual dining de comida italiana do mundo e é líder em seu segmento. Todas as semanas são atendidos mais de  3,3 milhões de clientes, ávidos por pratos deliciosamente simples, com ingredientes frescos, cartas de vinhos premiados, em um ambiente aconchegante.  São mais de 96 mil funcionários e cerca de US$ 3,8 bilhões em vendas anuais (dados de 2016).   No exterior, o Olive Garden é uma divisão da Darden Restaurants, Inc., que opera mais de 1.500 restaurantes que geram mais de US $ 7 bilhões em vendas anuais.

Em 2013, a  Darden Restaurants elegeu a International Meal Company (IMC) como sua operadora exclusiva no Brasil das marcas Olive Garden e Red Lobster (especializada em frutos do mar e com uma unidade em operação no Terminal 3 do Aeroporto Internacional de Guarulhos).

Quem é a IMC === O grupo IMC está no Brasil desde 2007 e  é um conglomerado de restaurantes,   nos segmentos de aeroportos, rodovias e shopping centers . Fundado  em 2006,   opera cerca de  250 restaurantes próprios  com  mais de 10 mil funcionários  (empregando tanto quanto a   Mercedes-Benz  e a General Motors no Brasil)  e está presente em quatro países . A empresa   pertence  ao fundo de investimento Advent International  e  tem como filosofia de trabalho oferecer produtos e serviços de alta qualidade a preços competitivos.

Operações em quatro países === É líder no Brasil e no Panamá nas operações em aeroportos, atua nas principais estradas do Brasil  e está nos principais shoppings brasileiros, além de restaurantes na Colômbia e Estados Unidos.   Além  do  Olive Garden, é a operadora  das marcas Frango Assado, Viena, Brunella, Margaritaville, Sports Drinks’n’snacks, Expresso Mineiro, Grab’n’Fly, BC Express, Black Coffe, Eat & Co,  J&C Delícias, Red Lobster, Batata Inglesa, RA Catering  e  Carl’s Jr.

O DiárioZonaNorte conversou com o executivo Pierre Berenstein, nomeado CEO das Operações Brasileiras do Grupo IMC em 2015.  Ele tem  vasta experiência no mercado varejista brasileiro,  com passagens pela Saraiva S / A Livreiros e Editores,  Grupo de Soluções em Alimentação (GRSA). CSN, Playcenter e Hopi Hari.   Pierre  Berenstein é formado em Economia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), com MBA pela Fundação Dom Cabral e especialização em gestão pela Northwestern University – Kellogg School of Management .

Conceito hospitaliano === De acordo com Berenstein, a  fonte de inspiração do Olive Garden é Provincia da Toscana, na Itália.  E através do conceito “hospitaliano”, proporciona aos seus clientes uma experiência degustativa   genuinamente italiana, onde as tradições culturais, a cordialidade e a generosidade do povo italiano são os aspectos vivenciados pela  marca. O cardápio reproduz em boa parte os pratos da matriz norte americana e os pratos icônicos como o   Tour of Italy, o minestrone e o fettuccine a Alfredo, estão presentes na versão brasileira.

Igual aos Estados Unidos === O espaço onde o restaurante funciona é bem menor do que o das unidades norte americanas. A unidade do Center Norte tem 136 lugares e 90 funcionários.  Mesmo assim, é possível identificar traços comuns à decoração do Olive Garden, como as mesas com sofás, a pintura em estilo toscano e o ar aconchegante.   A louça também segue o mesmo estilo dos outros 800 restaurantes da rede.  Lembramos que o Olive Garden é um restaurante norte americano, de inspiração italiana.  Portanto não espere encontrar os pratos típicos servidos nas cantinas do bairro do Bixiga.   O mesmo se aplica ao tempero, que é muito mais americano do que italiano.  Uma das maiores novidades da marca é o exclusivo benefício do “à vontade“, que promete surpreender a clientela paulistana. O free refil vai além do tradicional refil de refrigerantes, e se estende também à sopas, saladas, limonadas e chás.

Paixão por gastronomia === “Nosso negócio não é uma corrida de cem metros, é uma maratona”  afirmou Berenstein ao ser indagado sobre os planos de expansão do portfolio da IMC no Brasil.  “Estamos muito focados em fazer bem feito. Nosso negócio é restaurante e nossa paixão é gastronomia”  ao dar como exemplo o processo de relançamento da marca Brunella  (também com uma unidade  no Center Norte).

Brunella completa 50 anos ===  Para comemorar os 50 anos da Brunella, a International Meal Company contratou o badalado  Francisco Santana, chef proprietário da Escola Sorvete, para remodelar o cardápio.  “Escolhemos o Chef Francisco para criar novas receitas adaptadas ao paladar atual dos paulistanos, mas sem abandonar o cuidado e paixão que permeia o nome Brunella”, explicou Pierre Albert Berenstein.

Francisco Santana é Chef Glacier com especialização em sorvetes, vice-campeão latino americano em 2012 de confeitaria, Embaixador Callebout no Brasil, foi o primeiro brasileiro a receber da Ecole Nationale Supérieure de La Pâtisserie (ENSP), na França, o título CAP – Certificat d’Aptitude Professionnelle en Pâtisserie e o primeiro assistente estrangeiro da instituição, onde também ministrou aulas.

A estratégia da IMC é construida tendo em conta  conhecimento local, os negócios por marca,  segmento,  profundo entendimento do que o   consumidor brasileiro quer e o que ele não quer,  localização geográfica, categoria e formato de operação.

Viena Delish === O Olive Garden ocupa o local onde antes estava o  Viena, também pertencente ao grupo IMC, o que agilizou a negociação com o Center Norte “que foi muito receptivo ao nosso projeto”.   Calma…. O  bom e velho Viena não acabou.  Ele se modernizou…

Com um  projeto pautado pela  experiência sensorial da gastronomia contemporânea e homemade, a IMC desenvolveu uma  nova concept store  para a marca,  que traduz a identidade paulistana: Viena Delish.  Além das mesas do salão, o Viena Delish conta ainda com outros ambientes – um bar, um lounge, uma hamburgueria  (em parceria com a Bullguer)  e mesas comunitárias – cada um proporcionando uma experiência única dentro do restaurante, localizado dentro do Shopping Iguatemi. O menu tem a assinatura do chef Du Cabral (ex- Eataly) e a coquetelelaria ficou a cargo do experiente  Alex Zemczak.

RH estratégico e treinamento contínuo === A IMC credita o sucesso de suas operações, como o  Olive Garden,  à uma política de RH estratégico,  onde  o  treinamento contínuo e desenvolvimento de seus colaboradores é uma meta a ser perseguida.   Para a implantação do restaurante no Center Norte e para que os funcionários brasileiros absorvessem o espírito “hospitaliano”,  veteranos da matriz americana foram convocados, a exemplo de Juanita (Mexico)  e  Claúdia (Huston//EUA). As duas funcionárias, muito simpáticas, ostentavam em seus uniformes vários pins. Cada um deles representando uma implantação de restaurante em seus curriculuns.   Claúdia por exemplo, portava 19 deles.   A equipe gerencial brasileira  do Oliver Garden ficou  cinco semanas nos Estados Unidos em treinamento e  depois  mais três meses de treinamento aqui, no Brasil.

A incrível carta de vinhos === A harmonização correta entre vinho e refeição  é responsável por fazer uma grande refeição ainda melhor e a carta de vinhos do Oliver Garden é uma atração à parte. Ela foi concebida à quatro mãos, pelo enólogo Camarete Júnior e o próprio Pierre Berenstein.

No exterior, o  Olive Garden é detentor de  vários prêmios, incluindo “America’s Best Casual Dining Wine List” pelo Monterey Wine Festival e a melhor carta de vinhos  entre os 10 melhores restaurantes casuais norte-americanos  pelo Wall Street Journal.

São cerca de 30 rótulos de vinho,  cuidadosamente selecionados para completar os pratos e enriquecer a experiência gastronômica vivida no restaurante e apresentados de forma descomplicada, em uma carta de vinhos descomplicada, que vai muito além da simples escolha entre um tinto e um branco.  A carta foi estruturada de uma forma a permitir que o que o cliente vá desvendando os rótulos, com orientações básicas apresentadas através de  desenhos que a tornam absurdamente clara, que o ajudam a escolher o vinho que melhor harmoniza com a refeição como um todo.

Um   outro  mérito da carta de vinhos do Oliver Garden é encorajar o cliente a fazer suas próprias escolhas e de certa forma, quebrar regras pré-estabelecidas como tintos com carnes e brancos com peixes.

Expansão da marca === Ainda sobre o Oliver Garden, a IMC acredita que a expansão da marca para  shoppings centers  será estratégica  para o crescimento da rede no país. A escolha do Center Norte levou em consideração seu alto fluxo de pessoas, fidelidade dos clientes e tradição na cidade de São Paulo.  Quando perguntamos ao CEO Brasil Pierre Berenstein sobre a localização do próximo Oliver Garden ele respondeu “a informação é top secret. Na hora certa, vocês saberão”.

aniversario bergamini

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here