por Redação DiárioZonaNorte ===

Todos os caminhos levam a um lugar atualmente comum, no emaranhado do sistema financeiro: o Sicredi – Sistema de Crédito Cooperativo. A garantia e experiência de uma instituição de mais de um século é um passaporte de segurança para outras empresas e associações. Na direção certa de um destes caminhos chegou o Sescon-SP ( Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas no Estado de São Paulo), que trilha seus 69 anos de existência e hoje  busca benefícios e vantagens a mais de 111 mil empresas filiadas, com 60 categorias representadas e quase 9 mil associados.

Na noite de 3ª feira (15/05/2018) ocorreu a consolidação de um ano de negociações entre Sescon e Sicredi para  mais uma parceria de prestação de serviços – no total são 22 parcerias  (ver lista no final). No 2º andar do imponente edifício-sede  em dois prédios (Sescon com 4 andares e da Universidade Sescon com 12 andares),   há 18 anos no Bairro da Luz,  onde  no auditório  da entidade cerca de 100 pessoas puderam assistir a solenidade deste acordo, que teve as assinaturas dos presidentes da Sescon-SP, Márcio Massao Shimomoto, e do Sicredi, Jaime Basso.

A Sescon em busca da parceria  === Junto ao púlpito, o  primeiro a falar foi o presidente da Sescon/AESCON-SP, que agradeceu à Sicredi por ter firmado a parceria e a confiança na sua entidade. Ele lembrou que o Sescon é uma entidade patronal, com outro foco, e não haveria condições de abrir uma cooperativa para seus associados e afiliados – que hoje representa mais de  20 mil empresas de contabilidade. E o Sescon fez uma longa pesquisa de mercado e chegou à Sicredi com objetivo da parceria, já que a cooperativa tem mais de um século de história e a tradição de mercado. Márcio Shimomoto ainda lembrou que “o Sicredi, como o Sescon, tem a semelhança de seriedade, transparência e muito trabalho”.

E ainda complementou: “Os semelhantes se atraem e os opostos se repelem”, referindo-se à união de sua entidade com o Sicredi, afirmando que há uma grande sinergia entre as duas entidades.  E fechou a fala dizendo da importância da Sicredi para os associados e afiliados, já que as cooperativas demonstram que são muito mais atuantes do que bancos e tem mais participação de mercado em outros países. E disse que há um grande mercado no Brasil para que as cooperativas de crédito sobressaiam nas vantagens aos seus cooperados. “Esta é a razão de nossa parceria com o Sicredi”, concluiu o presidente do Sescon-SP.

Os caminhos do Sicredi ===   O presidente do Sicredi, Jaime Basso,  demonstrou a satisfação do Sicredi em ter fechado a parceria com o  Sescon, ressaltando as vantagens que os associados do Sescon passam a usufruir.  Basso traçou um panorama do cooperativismo em países desenvolvidos e da atuação do Sicredi no Brasil,  uma instituição financeira cooperativa com mais de 3,7 milhões de associados e 1.500 pontos de atendimento, em 22 estados do País, com 1.570 agências, e 22 mil colaboradores/funcionários. Tem uma referência internacional pela organização em sistema, com padrão operacional e utilização de marca única, o Sicredi conta com 116 Cooperativas de Crédito filiadas, distribuídas em cinco Centrais regionais – acionistas da Sicredi Participações S.A. –, uma Confederação, uma Fundação e um Banco Cooperativo, que controla uma Administradora de Bens, uma Corretora de Seguros, uma Administradora de Cartões e uma Administradora de Consórcios.

Basso lembrou que, enquanto os bancos perdem clientes e apresentam um  alto índice  de insatisfação, no Sicredi o índice de satisfação chega a 69,7%  e o crescimento se dá, principalmente, com as indicações dos participantes  para novos associados. Ele lembrou que na cooperativa “quem decide é o associado” e “recebe o retorno do investimento”, quando no banco lucros e decisões ficam restritos aos acionistas. O cooperativismo financeiro, apesar de antigo é muito moderno, por ser um modelo de economia compartilhada, com uma ampla linha de serviços  competitivos com os do mercado e com taxas mais atraentes.

Quase no final, o presidente do Sicredi lembrou o nascimento da cooperativa há 30 anos (em 1988), “nascemos de uma reunião embaixo de uma escada” e hoje “estamos com muito orgulho na Avenida Paulista, em São Paulo, em um local de referência como centro de negócios”. E falou do crescimento do Sistema Sicredi em todas as áreas, mostrando os números. E o mercado proporciona um crescimento acentuado do Sicredi porque os bancos estão deixando espaço, já que estão buscando a automação, e a cooperativa busca o relacionamento e a proximidade com o associado, oferecendo mais parceria e confiança. E  demonstrou que tudo isto é um forte fator na parceria que se criou com o  Sescon, que terá um escritório do Sicredi que estará permanentemente à disposição sob a coordenação da Flávia Alves – que foi apresentada na plateia. Fez os agradecimentos finais ao  Sescon, “que juntos, vamos fazer a diferença!”.

As assinaturas === Logo em seguida, o momento mais solene e aguardado:  o presidente do Sescon, Márcio Massao Shimomoto, e o do Sicredi, Jaime Basso, dirigiram-se ao centro do palco e assinaram o documento que formalizou  a parceria entre as duas entidades.  Muitos aplausos pelo ato e muitas fotos de registro deste momento importante. Estava firmada a 22ª parceria dos serviços do Sicredi na região de São Paulo – ver relação das demais logo abaixo.

Conhecendo o que nos move === Terminada a solenidade, os presentes puderam participar da palestra do consultor estratégico, Arthur Igreja, com o tema  “Economia Compartilhada e Inovação Disruptiva”, mostrando como construir o futuro e reaprender sempre.  O palestrante de um modo tranquilo e bem direto, deu um “banho de informação” nos presentes, deixando a plateia atenta do começo ao fim, não tirando atenção para nada. Igreja mostrou que a maior parte das pessoas e as empresas não está percebendo a velocidade com que tudo está sendo transformado.

Vivemos no meio da evolução constante e rápida da tecnologia, invadindo todos os setores do cotidiano. Ele mostrou em exemplos como devemos ficar em constante “estado de alerta” e deu exemplos de empresas que buscaram saídas neste processo. Segundo explicou, uma indústria precisa de novas instalações caso tenha a demanda dobrada; um aplicativo pode ter o dobro de usuários em horas sem que nada tenha de ser alterado. Igreja lembrou que estávamos acostumados a ver grandes transformações levarem décadas para se concretizarem. Hoje, com as disrupções tecnológicas, o processo foi acelerado e, em menos de dois anos, uma inovação pensada por uma startup é capaz de mudar completamente o mercado.

Outro ponto abordado pelo palestrante foi o domínio da inteligência artificial e como serão divididos os profissionais do futuro. Segundo ele, o impacto da tecnologia e da inteligência artificial é incontestável, principalmente, em funções repetitivas. A dúvida é sobre o espaço que o humano terá frente às máquinas e como será a divisão de campos para o profissional do futuro, cenário que o  palestrante mostrou na abordagem. E, desta forma, com muitos exemplos e imagens no telão, Igreja finalizou mostrando que com toda a tecnologia avançando minuto a minuto em nossas vidas, o importante é a segurança nos investimentos de um modo certeiro e confiável, tendo união de esforços para dominar o nosso tempo. E, para ele, o exemplo de parcerias – como o de agora entre o Sescon e o Sicredi – demonstra caminhos de bom retorno para as pessoas e empresas. E faz referências às vantagens da economia compartilhada em função do cooperativismo.

As presenças no evento === Na plateia, entre os vários representantes de entidades e de empresas, as presenças de João Bico de Souza (vice-presidente da Associação Comercial de São Paulo-ACSP e FACESP) e Amador Alonso Rodriguez (presidente do Conselho da Associação Nacional dos Executivos de Finanças  Administração e Contabilidade – Anefac).

Da diretoria e representantes do Sescon-SP presentes:  Reynaldo Pereira Lima Júnior (vice-presidente ), Carlos Alberto Baptistão  (vice-presidente financeiro), Benedicto David Filho (diretor Financeiro), Demétrio Cokinos (diretor social), Jorge Luiz Gonçalves Rodrigues Segeti (diretor), Marcelo Voigt Bianchi  (diretor), Terezinha Annéia (diretora administrativa), Carlos Euripedes Limberti  (diretor), Juraci José Pereira (diretor), Valdemir Atilio Arnesi  (conselheiro fiscal),  Márcio Teruel Tomazeli (diretor Regional Capital/Leste) e Deise Dantas (Comunicação/Assessoria de Imprensa).

Da diretoria e representantes do Sicredi: Moacir Niehues (Diretor Executivo Cooperativa Sicredi),  João Augusto Rocha (Diretor de Negócios Cooperativa Sicredi), Maroan Tohme (Diretor Executivo Sicredi Central PR/SP/RJ), Diego Schanoski (Gerente Regional de Desenvolvimento Sicredi),  Márcia Guerra (Gerente de Investimentos Sicredi), Claudia Bonatti (Gerente de Desenvolvimento do Cooperativismo), Daniel Barbuglio (Gerente de Comunicação e Marketing), Débora Cristina Zaquet Monserrat (Comunicação/Marketing), mais gerentes de Negócios,  gerentes de Agências em São Paulo e ABC Paulista; e  assessores das áreas de Marketing, Prospecção e Investimentos.

22 Parcerias firmadas com o Sicredi == Até o momento, o Sicredi fechou parcerias com as seguintes entidades na região de São Paulo:  Sindicato das Empresas Varejistas no Comércio de Peças e Acessórios – SINCOPEÇAS; Sindicato das Empresas do Setor de Comércio de Livros, Jornais, Editoras  e Distribuidoras de Impressos; Federação dos Advogados do Estado de São Paulo;  Sindicato das Empresas Lojistas em Geral do Estado de São Paulo; Sindicato das Empresas de Administração do Estado de São Paulo; Associação Brasileira das Indústrias de Máquinas e Equipamentos; Centro das Indústrias de São Paulo – Unidade de São Bernardo do Campo; Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis, Perícias e Consultorias do Estado de São Paulo; Serviço Brasileiro de Apoio a Micro e Pequenas Empresas; Conselho Regional de Corretores de Imóveis de São Paulo; Sindicato Nacional das Empresas de Agenciamento e de Produções de Eventos Artísticos, Musicais e Similares; Sindicato das Empresas Locadoras de Equipamentos de São Paulo; Ordem dos  Advogados de Santo André; Ordem dos Advogados de São Caetano; Ordem dos Advogados de Ribeirão Pires; Ordem dos Advogados de Diadema; Instituto de Tecnologia de São Caetano do Sul e ABCD; Associação Comercial de Ribeirão Pires – ACIARP; Associação Comercial de São Bernardo do Campo; Associação Comercial de Diadema;  e Associação Comercial de Mauá.

Quem é Arhur Igreja ===  Palestrante, empresário, investidor-anjo e Professor pela FGV. Experiência em mais de 25 países. Mestre pela Georgetown University (EUA), ESADE (Espanha) e FGV.  Junto com Ricardo Amorim (palestrante, economista e debatedor do Manhattan Connection. Único Brasileiro incluído na lista dos mais importantes palestrantes mundiais do Speakers Corner e uma das 100 pessoas mais influentes do Brasil segundo a revista Forbes) e Allan Costa (palestrante, empreendedor serial, investidor-anjo e mentor de startups. É AMP pela Harvard Business School, Mestre pela FGV, MSc pela Universidade de Lancaster (UK) e autor de “60 Dias em Harvard – Diário de um AMP”), é fundador da plataforma AAA Academy , que tem como  proposta de valor  entregar aos assinantes tudo o que é imprescindível saber a respeito do que está acontecendo no Brasil e no mundo em termos de inovação e tecnologia, e que está causando impacto na vida das pessoas, nas carreiras e nos negócios. Essa entrega é  feita em vários formatos (vídeos, artigos, resenhas de livros, entrevistas, top picks), para consumo rápido e objetivo, em apenas cinco minutos por dia.  Conheça mais sobre Arthur Igreja acessando  www.arthurigreja.com

Sobre o Sicredi  ===   Instituição financeira cooperativa com mais de 3,7 milhões de associados e 1.570  agências em 22 estados do país: Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.  As raízes do Sicredi estão no surgimento do cooperativismo de crédito no Brasil, em 1902, como uma forma de organização coletiva de pequenos agricultores no Sul do Brasil.  A iniciativa foi do padre suíço Theodor Amstad que, em conjunto com outras 19 pessoas, fundou a primeira cooperativa de crédito da América Latina, a Caixa Rural de Nova Petrópolis, atual Cooperativa Sicredi Pioneira RS.

Fundo Garantidor do Cooperativismo de Crédito  ===  O Fundo Garantidor do Cooperativismo de Crédito (FGCoop) dá respaldo aos associados ao garantir os depósitos das pessoas físicas e jurídicas integrantes do quadro social  das suas cooperativas em até R$ 250.000, por associado.  Além do FGCoop, as cooperativas filiadas ao Sicredi têm acesso ao sistema de garantia solidária do Sistema, que está alicerçado em cinco pilares: estrutura estatutária, políticas operacionais e procedimentos padronizados, governança corporativa, gestão  centralizada dos recursos e fundos garantidores.

Governança corporativa == Pioneiro e referência nacional e internacional pela organização em sistema, com padrão operacional e utilização de marca única, o Sicrediconta com 116 cooperativas de crédito filiadas, distribuídas em cinco centrais regionais – acionistas da Sicredi Participações S.A. –, uma Confederação, uma Fundação e um Banco Cooperativo, que controla uma Administradora de Bens, uma Corretora de Seguros, a Sicredi Cartões e uma Administradora de Consórcios. Pelo quinto ano consecutivo, o Sicredi apresenta as Demonstrações Financeiras Combinadas, autorizadas em 2013 pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), verificadas e auditadas externamente. A análise do balanço combinado reitera o porte do Sistema. Trata-se de um modelo completo, no qual uma estrutura apoia a outra, exercendo funções específicas e complementares. O modelo de gestão do Sicredi valoriza a participação dos 3,7 milhões de associados nas decisões e nos resultados das cooperativas. Para isso, desenvolve programas de formação dos associados.

Soluções financeiras === A instituição financeira cooperativa tem um relacionamento próximo com seus associados. Oferece soluções financeiras responsáveis – o produto certo na hora certa – para agregar renda e contribuir para a melhoria da qualidade de vida dos associados e da sociedade. Tem um portfólio completo de produtos e serviços financeiros para todos os segmentos. Entre eles estão câmbio, cartões, conta-corrente, consórcios, crédito, investimentos, pagamentos, previdência, recebimentos e seguros.

Programas Sociais  ===   O Programa Crescer fortalece a cultura do cooperativismo e do cooperativismo de crédito por meio da disseminação de conteúdos e de seus valores. Em 2017, foram capacitadas mais de 28 mil pessoas. O Programa Pertencer estabelece e orienta o modelo de gestão participativa. Em 2017, as assembleias reuniram 340 mil associados (10,81% de participação do quadro social). A assembleia é o momento em que o associado participa, sugere e decide, e constitui o principal canal de escuta aos associados que são os donos negócio. Como as cooperativas são sociedades de pessoas e não de capital, todos os associados têm os mesmos direitos e deveres. Em 2017, as assembleias reuniram 420.914 associados e convidados do Sicredi. Os colaboradores são os responsáveis pela execução do dia a dia dos objetivos da instituição e, ao mesmo tempo, são associados; logo, “donos” do negócio e identificam-se com a causa. O Sicrediinveste constantemente no desenvolvimento do colaborador. Pelo 7º ano consecutivo, está entre as “Melhores Empresas para Você Trabalhar”.

Prêmios e reconhecimento do Mercado ===  Prêmio Melhores & Maiores da Revista Exame (Editora Abril), que o colocou em 46º posição como grupo financeiro entre as 200 instituições do mercado.  E assim foi uma sequência de outros reconhecimentos: Época Negócios 360 (Revista Época), Melhores Empresas para Trabalhar (Revista Você S/A), Valor Grandes Grupos (jornal Valor Econômico) e outras publicações. No âmbito de organismos do governo federal, com o Banco Central e Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico (BNDES), teve também reconhecimentos importantes de sua atuação no mercado.

Veja a cobertura fotográfica completa do evento, hospedada na fanpage do DiárioZonaNorte  aqui

Leia mais sobre o Sicredi:

Serviço:

Sescon-SP

  • Av. Tiradentes, 960 – Luz  – São Paulo – SP, 01102-010
  • Fone: (11) 3304-4400 – www.sescon.org.br

Sicredi-SP

  • Av. Paulista, 923 – Bela Vista – São Paulo – SP , 01311-100
  • Fone: 3053.4200 – www.sicredi.com.br

Sicredi – Zona Norte/SP

  • Agência Vila Maria –  Guilherme Cotching, 985 – Fone: 2930.8250
  • Agência Vila Maria/Setcesp: Rua Orlando Monteiro, 01 – Fone: 2632.1004
  • Agência Santana: Rua Voluntários da Pátria, 1.540 – Fone: 2984.2900
sicredi_institucional

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora