Só conheci lixo depois de adulta

0
647

Nota da Redação: O DiárioZonaNorte tem o prazer de publicar semanalmente, às 6ªs. feiras, a colaboração da jornalista Conceição Lourenço, com o espaço  “Crônicas da Conceição”. Com olhar direto sobre o cotidiano, Conceição traz a leveza do texto na profundidade dos detalhes de situações, que às vezes nos passam despercebidos

por Conceição Lourenço (*)

Sei que foi há mais 50 anos, mas na minha primeira infância (0 a 7 anos) não existia lixo. Os restos de comida iam para os cachorros. Cascas de frutas, folhas descartadas de verduras iam para o latão, e umas 3 vezes por semana vinha um senhor muito feio com uma carroça buscar: era para os porcos dele.

Leite, cervejas, refrigerantes eram só em garrafa de vidro retornável, inclusive muito valiosas, existia o hábito de “vender garrafas” (também existia ladrão de garrafas).

Arroz, feijão, açúcar etc vinham em papéis bem resistentes. Se não fossem ser mais usados, eram queimados no fundo do quintal, assim como o papel higiênico do banheiro.

O papel onde vinha embrulhado o pão, de todo dia, era nobre. A gente escrevia nele, desenhava. As latas de compotas de doces, massa de tomate, banha, biscoitos etc, viravam vasos ou o lateiro vinha pegar também, poucas sobravam. Havia pessoas especializadas em transformá-las em canecas, e depois vendê-las.

As de banha eram guardadas para virar fôrma de panetone no Natal. As de queijo bola eram disputadas dentro de casa pra virar cuia (pratos), nós crianças adorávamos comer ali.

Pois é não tinha lixo, não tinha lixeiro. Bem depois é que fui conhecer lixeiro, e os problemas do lixo… Sei que não dá mais pra ser assim (não me lembro o que era feito com o tubo da pasta de dentes kkkkk),mas podemos reciclar, acho que ajuda bem!

(*) Conceição Lourenço — jornalista há 35 anos. Passou por diversas redações e segmentos: Revista Exame, Infantis, Diário de São Paulo, Revista Bárbara, Uma, Chiques&Famosos, Ti-ti-ti. Dirigiu a Revista Raça Brasil. Fundadora da Cal Assessoria de Imprensa. Hoje é Assessora Executiva de Comunicação na Prefeitura Regional do Pirituba/Jaraguá. < “Crônicas da Conceição” é publicada às 6ªs. feiras >

Nota da Redação: As opiniões publicadas neste espaço são de inteira responsabilidade de seus autores. Os comentários neles emitidos não exprimem, necessariamente, o ponto de vista do “DiárioZonaNorte” e nem de sua direção.

aniversario bergamini

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here