De acordo com a edição de terça-feira (01/02/2017) do Diário Oficial da União, o Grêmio Recreativo Cultural Escola de Samba X-9 Paulistana terá que devolver ao Ministério da Cultura, o valor de R$ 368.302,61.

O valor é resultante da reprovação da prestação de contas da agremiação, que utilizou recursos  públicos em 2015 para o desfile de 2016. O tema escolhido na época  pela X9 Paulistana foi “Açaí guardiã! Do amor de Iaçá  ao esplendor de Belém do Pará” e a agremiação recebeu o patrocínio da Frooty Açai, a maior exportadora da fruta no país.

Como parte das ações de merchandising utilizadas pela empresa patrocinadora da X9, foram distribuídos infláveis que tinham o objetivo de posicionar a marca, como o açaí oficial do Carnaval.   Todo o staff , chefes de ala e integrantes da bateria da agremiação usava em seus uniformes, a logomarca da empresa.

Conforme o  projeto apresentado ao Ministério da Cultura, a X9 Paulistana recebeu autorização para captar cerca de 1,5 milhão de reais (via renúncia fiscal).  Do valor autorizado, a escola arrecadou R$  351.195,22.

O  Ministério da Cultura não apresentou os motivos da reprovação da prestação de contas e cabe à X9 recorrer da decisão.

Após problemas técnicos com suas alegorias, no desfile de 2016, a escola ficou em último lugar, sendo rebaixada para o grupo de acesso em 2017.

O enredo escolhido para 2017 é  “Vim, Vi, Venci – A saga de um Semideus

Organicos

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora