da Redação DiárioZonaNorte ===

Santana é um dos principais bairros e um dos mais antigos da Zona Norte da cidade de São Paulo. Com seus 232 anos, agregou muito progresso em sua região e atinge mais de 150 mil habitantes. E na rua Voluntários da Pátria, a principal com um comércio ativo, recebeu de braços abertos uma moderna agência do Sicredi (Sistema de Crédito Cooperativo) Vale do Piqueri ABCD PR/SP.

Operando com sucesso, a região de Santana fechou na última 6ª feira (02/02/2018) o ciclo das dez Assembleias que aconteceram – na região do ABC: Ribeirão  Pires, Mauá, São Caetano do Sul, Santo André e São Bernardo do Campo; e na capital: Vila Maria/Mooca, Santo Amaro, Avenida Paulista, Diadema e Santana –, onde a instituição tem locais de atuação.  Estão programadas ainda, mais 32 assembleias em várias cidades fora de São Paulo, até 16 de março. E uma Assembleia Geral no Paraná finalizará no dia seguinte.  No ano de 2017, as assembleias  de núcleos e as reuniões de prestação de contas do Sicredi  Vale do Piqueri ABCD PR/SP reuniram mais de 23 mil associados.

Resultado de imagem para immensità espaço

Desta vez, o imponente Espaço de Eventos Immensità, parte integrante do  Wyndham Garden Convention Nortel  –  na movimentada Av. Luiz Dumont Villares (que há 30 anos as pessoas ainda a conhecem como Avenida Nova)  — que está situado do lado da região Vila Guilherme, que faz divisa administrativa com Santana, foi o local escolhido. O empreendimento é administrado pela Rede Nobile, que completou 10 anos de atividades e figura como a 4ª maior administradora hoteleira do país –  veja aqui

A plateia e a mesa diretora === Um auditório com 120 lugares, que ficou  totalmente lotado, e ainda teve lugares extras improvisados de última hora.  Na mesa diretora, o presidente do  Sicredi Vale do Piquiri ABCD PR/SP, o engenheiro agrônomo Jaime Basso – no posto desde março de 1998, completando agora 20 anos –, ao lado de Moacir Niehues (Diretor Executivo),  Cesar Antônio Garbus (Conselheiro de Administração),  Dario Aparecido Genesini (Delegado do Núcleo de Santana), Daniel Luciano Rosa (Gerente da Agência Santana) e o convidado especial Sadao Kitamura, da Diretoria da Distrital Norte da Associação Comercial de São Paulo – que estava em companhia com outros conselheiros e diretores, na plateia.

Transparência  ==  As assembleias são órgãos supremos das cooperativas, e  sob a batuta do presidente Jaime Basso, os trabalhos transcorreram de forma transparente e participativa.  Basso   foi claro na apresentação do balanço da gestão e dos resultados de 2017. Em vários momentos, foi didático, elucidando a passo a passo a brochura Relatório 2017 –  impresso de 35 páginas – em papel acetinado e colorido – que foi distribuído a todos os participantes da noite para que pudessem ter acesso às informações apresentadas na Assembleia.

Mas, no início, mostrando as credenciais que o Sicredi recebeu espontaneamente de reconhecimento no mercado, como o Prêmio Melhores & Maiores da Revista Exame (Editora Abril), que o colocou em 46º posição como grupo financeiro entre as 200 instituições do mercado.  E assim foi uma sequência de outros reconhecimentos: Época Negócios 360 (Revista Época), Melhores Empresas para Trabalhar (Revista Você S/A), Valor Grandes Grupos (jornal Valor Econômico) e outras publicações. No âmbito de organismos do governo federal, com o Banco CentralBanco Nacional de Desenvolvimento Econômico (BNDES), teve também reconhecimentos importantes de sua atuação no mercado. E o espaço de troféus, medalhas, diplomas, certificados e outros reconhecimentos foram contemplados ao Sicredi com muitas láureas pelo seu trabalho.

Valorizando associados  === Com todo esse importante reconhecimento, o  presidente do Sicredi pode mostrar que o cooperativismo é forte com as pessoas se organizando em torno da cooperativa para crescer. “Há uma grande diferença entre os bancos que dependem dos correntistas e só mostram resultados para os acionistas; e as cooperativas que valorizam os associados, com muitos serviços, e a esses  demonstram os resultados e oferecem os rendimentos”, uma das frases mais fortes e significativas pronunciadas por Jaime Basso – na concordância de todos.

Produtos e Serviços  ===  O  Sicredi  disponibiliza para seus associados mais de  300 produtos e serviços, com valores interessantes e competitivos.  Diante disto, o Sicredi tem o tripé de imagem no mercado: “Missão” de valorizar o relacionamento para agregar renda e melhoria de qualidade; a “Visão” comprometida com o desenvolvimento econômico com um sistema sólido e eficaz; e “Valores” no comprometimento de importância e respeito às normas como instituição financeira.

Ciclo virtuoso   == Com isto, o Sicredi vem crescendo em todos os itens, nos últimos anos. É só observar todas as tabelas para notar graficamente as linhas de projeções sempre em pontos elevados, desde 2011. Os ativos totais cresceram 18% com 78 bilhões de reais em recursos administrados, com a carteira de crédito mostrando que cresceu 34% ultrapassando 43 bilhões de reais. Hoje a instituição está com 3,7 milhões de associados em 1.565 agências, ao lado de 117 cooperativas de crédito em 21 estados brasileiros. E foi destacado que tudo isto aconteceu em momento de dificuldades econômicas, mas o Sicredi demonstra que a situação segue um rumo de estabilidade no geral.

As remunerações == A plateia  super-atenta assistia no telão uma sucessão de imagens e números com resultados surpreendentes.  Desta forma, pode-se constatar que a remuneração chegou a quase R$20 milhões, com juros em R$8.751.856 e as sobras em R$10.947.990, fechando em R$19.699.846. E o capital social médio bateu os R$101.177.922, oferecendo uma remuneração de 19,47%. O que demonstra, por outro lado, o crescimento de 15% dos associados. A agência de Santana – mesmo sendo uma das mais novas — é um exemplo disto, pulando dos 460  de 2016 para 759 associados no ano passado, ou seja, 65% de crescimento. É um exemplo de grande crescimento quase unânime em todas 36 agências do Paraná e as 15 agências da capital e da Grande São Paulo.

Plano de Metas 2018  === E para mostrar os planos e as metas, a palavra ficou com o diretor executivo do SicrediMoacir Niehues, que demonstrou que o caminho do Sicredi é o investimento forte em todas as áreas como meta para 2018, prevendo ultrapassar os 120 mil associados, com aumento de 17 mil cooperados. Ao expor os números, Niehues  apontou um resultado  líquido orçado de R$42 milhões.   No  planejamento,  a inauguração de 18 novas agências – 7 em São Paulo/ABC e 11 no Paraná – e com outros itens de reformas e mudanças de agências. << N.R.: A  apresentação do balanço e dos números seguiram um modelo-padrão de Assembleia — cobertura do DiárioZonaNorte no encontro Vila Maria/Mooca:  veja aqui  >>

Fundo Garantidor do Cooperativismo de Crédito  ===  O Fundo Garantidor do Cooperativismo de Crédito (FGCoop) dá respaldo aos associados ao garantir os depósitos das pessoas físicas e jurídicas integrantes do quadro social  das suas cooperativas em até R$ 250.000, por associado.  Além do FGCoop, as cooperativas filiadas ao Sicredi têm acesso ao sistema de garantia solidária do Sistema, que está alicerçado em cinco pilares: estrutura estatutária, políticas operacionais e procedimentos padronizados, governança corporativa, gestão  centralizada dos recursos e fundos garantidores.

Programas Sociais  ===   O Programa “A União Faz a Vida” (PUFV) é a principal iniciativa de responsabilidade social do Sicredi e tem como objetivo  promover a cooperação e a cidadania por meio de práticas de educação cooperativa, contribuindo com a educação integral de crianças e adolescentes. Agrega valor para a comunidade, pois abordam temas relevantes como meio ambiente, saúde, cultura e esporte —  o que vem ao encontro da melhoria da qualidade de vida das pessoas, onde o Programa é desenvolvido.  No ano de 2017, o programa esteve presente em 292 municípios, envolvendo  1.485 escolas,  ao lado de  21.940 educadores e  229.780 crianças e adolescentes.   Os recursos são provenientes do Fundo de Assistência Técnica Educacional e Social (Fates), de parceiros, apoiadores empresariais e individuais, bem como de doações das empresas do Sistema.

Já o programa “Crescer”, proporcionou a formação de associados em cooperativismo, permitindo uma renovação na base de lideranças, com novos Delegados de Núcleo e suplentes.  No ano de 2017, 659 associados foram capacitados.  Também foram desenvolvidas iniciativas para atrair jovens e mulheres para o cooperativismo, como o “Comitê Jovem” e o “Comitê Mulher”.

Núcleo Santana  === Quase no final do encontro, houve a aclamação do Delegado do Núcleo de Santana, Dario Aparecido Genesini, que será o representante na Assembléia Geral do dia 17 de março, no Paraná. Houve as palavras de agradecimento e incentivo ao cooperativismo do Conselheiro de Administração, Cesar Antônio Garbus, e do representante da Distrital Norte da  Associação Comercial de São Paulo, Sadao Kitamura — que é um dos associados da agência Santana e “um apaixonado” pelo Sicredi, que recomenda “de olhos fechados”O presidente Jaime Basso passou a esclarecer as dúvidas  com as  participações de associados na plateia.

Encerramento ===  Ficou demonstrado, no encontro de duas horas, a importância do cooperativismo no Brasil – e foram citados vários países que o sistema é ainda mais forte – e a clareza e transparência nos resultados do Sicredi no ano passado. E Jaime Basso voltou a repetir que “o cooperativismo é forte, o que demonstram os números apresentados pelo  Sicredi  que, apesar da crise,  é o melhor modelo de negócio, gerando rentabilidade expressiva,  com melhores serviços em preços competitivos” e ainda lembra que é “uma instituição que valoriza as pessoas, tirando um pouco da automação, gerando confiança, credibilidade e mais negócios”.  E ficou a cargo do gerente da agência do Sicredi Santana, Daniel Luciano Rosa, fazer as considerações finais e dar o encerramento ao encontro com o convite para um jantar.

No salão ao lado, as pessoas se dirigiram às mesas para um jantar oferecido pelo buffet do Restaurante Fiori d´Italia, assinado pelo  chef Aldo Teixeira.  Esse restaurante está localizado dentro do Wyndham Garden Convention Nortel, que tem a gerencia geral de Michelle Tavares, do qual o Espaço Immensità é parte integrante — um dos maiores e modernos na cidade. Foi uma noite super agradável, sem chuva, que  teve uma predominância nos últimos dias. Uma confraternização de todos, na companhia da diretoria do Sicredi, encerrando o tour de assembleias por São Paulo. Agora é aguardar e comemorar os bons resultados que virão.

Sobre o  Sicredi ===  Uma instituição financeira cooperativa, referência internacional pelo modelo de atuação em sistema. Com 117 cooperativas de crédito filiadas, que operam com uma rede de atendimento com mais de 1.565 agências. Conta ainda com cinco Centrais Regionais – acionistas da Sicredi Participações S.A., uma Confederação, uma Fundação e um Banco Cooperativo e suas empresas controladas. Todas essas entidades, juntas, formam o Sicredi e adotam um padrão operacional único. A atuação em sistema permite ganhos de escala e aumenta o potencial das cooperativas de crédito para exercer a atividade em um mercado no qual estão presentes grandes conglomerados financeiros. O sistema é feito por pessoas e para pessoas e tem como diferencial um modelo de gestão que valoriza a participação.

Os mais de 3,6 milhões de associados votam e decidem sobre os rumos das cooperativas de crédito. E ainda os  associados contam com a segurança do Fundo Garantidor do Cooperativismo de Crédito – FGCoop (www.fgcoop.coop.br), que garante depósitos das pessoas físicas e jurídicas integrantes do quadro social das suas cooperativas, em até R$ 250.000 por associado, conforme legislação do Banco Central do Brasil e do FGCoop.  Os associados contam também com a tranquilidade do  Sicredi Fundos Garantidores (SFG), que é uma empresa sem fins lucrativos, tendo como associadas as Cooperativas e Centrais. Suas reservas são constituídas pelas contribuições mensais ordinárias e extraordinárias das cooperativas ao Fundo, ressarcimentos e recuperação de ativos. A SFG tem como características a segregação de recursos das demais empresas do Sistema e tem a função de garantir a solvabilidade das Cooperativas do Sistema e de apoiar ações de desenvolvimento das mesmas.

(*) História do Cooperativismo – Perfil do criador – Friedrich Wilhelm Raiffeisen – que completará 200 anos em 30 de março/2018 –  veja aqui

Serviço:

  • Sede Administrativa – Av.Pres.Kennedy, 2268 – Jd.Itália – Palotina/PR – (44) 3649.7300
  • Agência Santana  – R.Voluntários da Pátria, 1540 – Santana – (11) 2984.2900

Mais informações:  https://www.sicredi.com.br

Facebook: https://www.facebook.com/sicredivaledopiquiri/

Veja a cobertura fotográfica completa, na fanpage do DiárioZonaNorteclicando aqui

 

 

 

 

sicredi_institucional

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu nome agora